Estudo e análise do risco e da viabilidade econômica do mercado cativo e do mercado livre de energia elétrica no terceiro ciclo tarifário

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorNagayoshi, Henrique Kido-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:41:42Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:41:42Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2013-12-11-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/120133-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/120133-
Descrição: dc.descriptionIn 2004 two trading environment for contracts of purchase and of electricity energy were established, the Regulated Contracting Environment (RGE) and the Free Contracting Environment (FCE). In the first one, consumers can only buy their energy directly from local electricity distribution, and in the second one, consumers can choose their delivery, amount and type of energy that they will burn through bilateral contracts. Thus, before deciding to migrate to the FCE, it is necessary understanding the rules of marketing, the risk involved and the economic viability of the two markets so can determine which environment has more benefits to the consumer. This paper aims to offer tools to support takeover decision of potentially free costumers, who have the option to migrate to market in order to evaluate the benefits and disadvantages of each market. This paper has also considered the new rules of the third rate cycle, where consumers can opt for green tax. The methodology presented is based on calculations of spending with energy and the risk of flag in captive market and free market in one year-
Descrição: dc.descriptionEm 2004 instituiram-se dois ambientes de comercialização para celebração de contratos de compra e venda de energia elétrica, o Ambiente de Contratação Regulada (ACR) e o Ambiente de Contratação Livre (ACL). No primeiro ambiente, os consumidores só podem comprar sua energia diretamente da distribuidora local, e no segundo, podem optar pelo seu fornecimento, volume e o tipo de energia elétrica que irão consumir por meio de contratos bilaterais. Desta forma antes de tomar a decisão de migração para o ACL é necessário compreender as regras de comercialização, os riscos envolvidos e a viabilidade econômica dos dois mercados para que possa determinar qual ambiente possui mais beneficíos ao consumidor. O presente trabalho tem o objetivo de oferecer ferramentas de apoio para a tomada de decisão dos consumidores potencialmentes livres, aqueles que têm a opção de migrar de mercado, a fim de avaliar os beneficíos e desvantagens de cada mercado. Neste trabalho também foi considerado as novas regras do terceiro ciclo tarifário, em que os consumidores livres podem optar pela modalidade verde. A metodologia apresentada baseia-se nos cálculos dos gastos da energia e no risco das bandeiras no mercado cativo e livre no período de um ano-
Formato: dc.format76 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEnergia elétrica-
Palavras-chave: dc.subjectComercialização-
Palavras-chave: dc.subjectEnergia eletrica - Consumo-
Palavras-chave: dc.subjectConsumo de energia-
Palavras-chave: dc.subjectElectric power-
Título: dc.titleEstudo e análise do risco e da viabilidade econômica do mercado cativo e do mercado livre de energia elétrica no terceiro ciclo tarifário-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.