Estudo da participação da neurotransmissão colinérgica do córtex pré-límbico nas respostas autonômicas desencadeadas pelo estresse por restrição agudo em ratos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorKurokawa, Renata Yuri-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:38:53Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:38:53Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2013-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/119556-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/119556-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionAs respostas fisiológicas e comportamentais durante o estresse emocional são mediadas por estruturas límbicas no sistema nervoso central, através da ação de vários mecanismos neuroquímicos. O córtex pré-frontal medial (CPFM) é uma região límbica envolvida no controle da atividade autonômica. Estudos anteriores demonstraram que sub-regiões da porção ventral do CPFM (CPFMv) parecem ter funções diferentes no controle das respostas ao estresse. Neste sentido, estudos tem sugerido uma função facilitatória do córtex infra-límbico (IL), ao passo que a ativação do córtex pré-límbico (PL) parece ter uma ação inibitória sobre as respostas comportamentais, neuroendócrinas e autônomas induzidas pelo estresse. Apesar das evidências acima indicarem um importante papel do CPFMv na integração das respostas autônomas ao estresse, informações sobre os mecanismos neuroquímicos locais envolvidos no controle destas respostas ainda são escassos. Foi demonstrado que neurônios colinérgicos que se projetam para o CPFM são ativados por estímulos aversivos. Além disso, estudos anteriores sugerem um envolvimento da neurotransmissão colinérgica do CPFM no controle da atividade cardiovascular. Diante do exposto, o presente estudo teve o objetivo de investigar, em grupos independentes de animais, o efeito da microinjeção bilateral no córtex PL de hemicolínio (inibidor do transportador de colina) ou metilatropina (antagonista de receptores colinérgicos muscarínicos) sobre as respostas de aumento da pressão arterial (PA) e frequência cardíaca (FC) e redução da temperatura cutânea da cauda induzidas pelo estresse por restrição agudo em ratos. A depleção dos estoques de ...-
Formato: dc.format44 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectCortex cerebral-
Palavras-chave: dc.subjectTensão - Concentração-
Palavras-chave: dc.subjectStress (Fisiologia)-
Palavras-chave: dc.subjectTransmissão nervosa-
Palavras-chave: dc.subjectCerebral cortex-
Título: dc.titleEstudo da participação da neurotransmissão colinérgica do córtex pré-límbico nas respostas autonômicas desencadeadas pelo estresse por restrição agudo em ratos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.