Estudo comparativo entre subestações ao tempo e subestações isoladas a gás

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorHorikawa, Daniel Kendy-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:38:29Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:38:29Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2013-11-21-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/119432-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/119432-
Descrição: dc.descriptionIn this paper are compared two methods of deploying electrical substations, conventional type, when installed at open areas (Air Insulated Switchgear - AIS), and compact gas-insulated (Gas Insulated Switchgear - GIS) when installed inside buildings. With the expansion of urban centers, areas available for deployment of conventional substations become increasingly difficult to find in these locations. Also due to speculation in urban areas, it becomes feasible to install Gas Insulated Switchgear. This paper presents and evaluates criteria with advantages and disadvantages for application of the two methodologies, aiming to assist in decisionmaking moment of choice in deployment of Electric Power Substations in two scenarios. It is expected that at the end of this work, the criteria evaluated assist in this decision making-
Descrição: dc.descriptionNeste trabalho são comparadas duas metodologias de implantação de subestações de energia elétrica, do tipo convencional, quando instaladas ao tempo (“Air Isolated Switchgear” – AIS), e compactas, isoladas a gás (“Gas Insulated Switchgear” – GIS) quando instaladas dentro de edificações. Com a expansão de centros urbanos, áreas disponíveis para implantação de subestações convencionais tornam-se cada vez mais difíceis de serem encontradas nestes locais. Também devido à especulação imobiliária em zonas urbanas, torna-se viável a instalação de Subestações Isoladas a Gás. Este trabalho apresenta e avalia critérios apresentando vantagens e desvantagens para aplicação das duas metodologias, tendo como objetivo auxiliar no momento de tomada de decisão de escolha na implantação de Subestações de Energia Elétrica em dois cenários. Espera-se que ao final deste trabalho, os critérios avaliados auxiliem nessa tomada de decisão-
Formato: dc.format56 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEnergia elétrica-
Palavras-chave: dc.subjectSubestações eletricas-
Palavras-chave: dc.subjectEnergia eletrica - Transmissão-
Palavras-chave: dc.subjectEnergia elétrica - Produção-
Palavras-chave: dc.subjectInstalações eletricas-
Palavras-chave: dc.subjectElectric power-
Título: dc.titleEstudo comparativo entre subestações ao tempo e subestações isoladas a gás-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.