Salmonela em carcaça de aves

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorGiassetti, Alan Muller-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:38:05Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:38:05Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2009-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/119247-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/119247-
Descrição: dc.descriptionThe genus Salmonella was characterized in 1885. It is divided into two species and six subspecies or subgenera. Belonging to the family Enterobacteriaceae is composed of Gram-negative rods, usually producing mobile gas from glucose, except in those serovars S. gallinarum and S. Pullorum. Salmonela is one of the biggest problems in public health for its wide occurrence in humans and in animals, where they occupy the center of the epidemiology of enteric salmonelosis. These are responsible for significant rates of morbidity and mortality. Several outbreaks of food transmitted diseases are described involving meat birds. Sources of salmonela in broiler chicks infected stem, feed and farm environment. Currently, S. enteritidis and S. typhimurium are the two most prevalent serovars. In this context, the sum is increased resistance to antimicrobial drugs is including the latest generation of its indiscriminate use in veterinary medicine. This fact represents risk to human and animal health. New strategies have been adopted by the Brazilian poultry industry to control salmonela in broilers, but the contamination by this pathogen is still present in slaughterhouses putting public health at risk-
Descrição: dc.descriptionO gênero Salmonella foi caracterizado em 1885. É dividido em duas espécies e seis subespécies ou subgêneros. Pertencente à família Enterobacteriaceae é composto por bastonetes Gram-negativos, geralmente móveis que produzem gás a partir da glicose, excetuando-se os sorovares S. gallinarum e S. pullorum. As salmonelas são um dos maiores problemas em saúde pública por sua ampla ocorrência no homem e em animais, sendo que estes últimos ocupam o centro da epidemiologia das salmoneloses entéricas. Estas são responsáveis por significantes índices de morbidade e mortalidade. Inúmeros surtos de doenças de transmissão alimentar são descritos envolvendo carnes de aves. As fontes de salmonela em frangos de corte advêm de pintos infectados, ração e ambiente criatório. Atualmente, S. enteritidis e S. typhimurium são os dois sorovares mais prevalentes. A este contexto, soma-se o aumento da resistência aos antimicrobianos, incluindo-se drogas de última geração por seu uso indiscriminado na veterinária. Tal fato representa risco à saúde humana e animal. Novas estratégias têm sido adotadas pela indústria avícola brasileira no controle de salmonelas em frangos, contudo a contaminação por esse agente nos abatedouros ainda é presente colocando em risco a saúde pública-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectSaúde pública - Epidemiologia-
Palavras-chave: dc.subjectSalmonella enteritidis-
Palavras-chave: dc.subjectSalmonella typhimurium-
Palavras-chave: dc.subjectAves - Carcaça-
Palavras-chave: dc.subjectSalmonela-
Título: dc.titleSalmonela em carcaça de aves-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.