Atividade diurética dos extratos aquoso e etanólico de Bugre (Hedyosmum brasiliense Miq.) e seus efeitos na pressão arterial média em testes pré-clÍnicos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFerreira, Maria Izabela-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:37:33Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:37:33Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/119048-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/119048-
Descrição: dc.descriptionThe object of this study was assess through pre-clinical tests, the possible diuretic activity and the effects on the mean arterial pressure of the aqueous and ethanolic extracts of branches of “bugre”, Hedyosmum brasiliense Miq., species used in the treatment of renal and urinary disorders The tests were made in males anesthetized Wistar rats and randomly distributed into 4 experimental groups: Group I – Water control, group II – treated with aqueous extract (EA) of “bugre”, Group III – water control + “tween 80”, group IV – treated with ethanol extract (EE) and “bugre”. All groups were subjected to experimental protocol, composed of three periods: Balance (40 minutes), Basal (30 minutes) and Experimental (90 minutes), occurring the urine collection every 30 minutes, from the basal period and measuring blood pressure every 10 minutes. The results presented validate the ethnobotany indication of the use of H. brasiliense tea in the treatment of renal problems, because increased significantly the urinary flow in anesthetized Wistar rats (diuretic effect), without changing significantly (p>0,05) the arterial pressure-
Descrição: dc.descriptionO objetivo deste trabalho foi avaliar através de testes pré-clínicos, a possível atividade diurética e os efeitos na pressão arterial média dos extratos aquoso e etanólico de ramos de bugre (Hedyosmum brasiliense Miq.), espécie usada no tratamento de afecções renais e urinárias Os testes foram realizados em ratos Wistar machos e distribuídos aleatoriamente em 4 grupos experimentais: Grupo I- Controle Água, grupo II-Tratado com Extrato Aquoso (EA) de bugre, grupo III – Controle Água + Tween 80, grupo IV - Tratado com Extrato Etanólico (EE) de bugre. Todos os grupos foram submetidos ao protocolo experimental, composto por três períodos: Equilíbrio (40 min), Basal (30 min) e Experimental (90 min), ocorrendo a coleta da urina a cada 30 minutos, à partir do período basal e a aferição da pressão arterial a cada 10 minutos. Os resultados apresentados validam a indicação etnobotânica do uso do chá de H. brasiliense no tratamento de problemas renais, pois elevou significativamente o fluxo urinário em ratos Wistar anestesiados (efeito diurético), sem alterar significativamente (p>0,05) a pressão arterial-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectPressão arterial-
Palavras-chave: dc.subjectMedicamentos-
Palavras-chave: dc.subjectDiurese-
Título: dc.titleAtividade diurética dos extratos aquoso e etanólico de Bugre (Hedyosmum brasiliense Miq.) e seus efeitos na pressão arterial média em testes pré-clÍnicos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.