Análise experimental da conexão entre blocos segmentais e geogrelha de PVA

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAlmeida, Alexandre Augusto Ferreira de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:35:11Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:35:11Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/117975-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/117975-
Descrição: dc.descriptionThe test system connection segmental blocks and geogrids at the Department of Civil Engineering, UNESP - Guaratinguetá order to verify the strength of the connection system when subjected to different confining stresses. The present work aims to demonstrate the procedures for carrying out the test as well as the placement of concrete blocks. Were analyzed two ways of placing the blocks in the press. An entire block and two halves in the first layer, named position 12, compared to a different format, two entire blocks in the first layer, named position 21; also geogrids: single and double layer. From the data obtained for the peak strength of 20 tests it was possible to obtain the envelopes break in the connection for single and double layer. In 2011, the size of the concrete block used in the test was lower when compared with previous years. What resulted in significant decreases in the loss of connection in single layer and it was noted that there was no decrease in the strength of connection in the double-layer tests, despite the smaller area of contact between the block and geogrid. It is concluded that, through the analysis of geogrids after running the test, the concrete block is responsible for theforce that allows the movement of the geogrid due to the force from the ground-
Descrição: dc.descriptionO ensaio de conexão do sistema de blocos segmentais e geogrelhas realizado no Departamento de Engenharia Civil da Unesp - Guaratinguetá possui o intuito de verificar a força da conexão do sistema quando sujeito a diferentes tensões confinantes. O presente trabalho visa demonstrar os procedimentos de execução do ensaio, assim como, o posicionamento dos blocos de concreto. Foram analisados duas formas de colocação dos blocos na prensa. Um bloco inteiro e duas metades na primeira camada, denominada posição 12; em comparação a um diferente formato, dois blocos inteiros na primeira camada, denominada posição 21, e as geogrelhas, em camada simples e dupla. A partir dos dados obtidos, para as forças de pico dos 20 ensaios realizados foi possível obter as envoltórias de ruptura da conexão para camada simples e dupla. No ano de 2011, a dimensão do bloco de concreto utilizado no ensaio foi menor quando comparado com os anos anteriores. O que acarretou em significativas diminuições na perda da conexão em camada simples e registrou-se que não houve decréscimo na força de conexão nos ensaios de camada dupla, apesar da menor área de contato entre o bloco e a geogrelha. Conclui-se que, através da análise das geogrelhas após a execução do ensaio, que o bloco de concreto é o responsável pela força que não permite a movimentação da geogrelhas devido à força proveniente do solo-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectMecanica do solo-
Palavras-chave: dc.subjectBlocos de concreto-
Palavras-chave: dc.subjectEstruturas metalicas-
Palavras-chave: dc.subjectSegmental blocks-
Título: dc.titleAnálise experimental da conexão entre blocos segmentais e geogrelha de PVA-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.