Análise da dinâmica de ocupação e uso das terras e suas implicações no sistema morfohidrográfico da Bacia do Ribeirão Bonito-SP

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAguirre, Fernando Zanatta-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:35:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:35:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-23-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/117964-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/117964-
Descrição: dc.descriptionOs sistemas ambientais são compostos por elementos e atributos que atuam em sua dinâmica, os quais, ao longo de um dado período de tempo, podem responder às condições naturais ou às imposições antrópicas, sendo que estas últimas podem desencadear modificações no seu equilíbrio natural. Neste contexto, o objetivo principal do trabalho proposto foi identificar e analisar as alterações na dinâmica de ocupação e uso das terras e sua interferência nas características naturais da bacia do Ribeirão Bonito – SP, com ênfase à geomorfologia e hidrografia. A área em questão situa-se junto à baixa bacia do Rio Piracicaba, no Estado de São Paulo, numa área de transição entre a Depressão Periférica Paulista e as Cuestas Basálticas. Para a consolidação do objetivo proposto foram utilizados os seguintes procedimentos metodológicos: revisão de literatura referente à temática adotada; caracterização do meio físico e do processo de ocupação da área em estudo; elaboração de mapas geomorfológicos de dois cenários (1962 e 2007) de acordo com as metodologias de Tricart (1965) e Verstappen; Zuidan (1975), adaptados por Cunha (2001); elaboração de mapas de ocupação e uso das terras dos dois períodos (1962 e 2007) utilizando o sistema de classificação do IBGE (2006b) e trabalhos de campo. Para manuseio dos dados e posterior análise dos mesmos, foi utilizada a idéia de sistema ambiental, que se fundamenta na teoria dos sistemas gerais, aplicada a Geografia. Findados os levantamentos, observou-se que o aumento do nível de base local com conseqüente retomada erosiva, assim como a intensa ocupação das terras pela cultura da cana-de-açúcar, foram fatores que condicionaram as alterações geomorfológicas locais, expressas principalmente pela dinâmica erosiva e processos de denudação-
Formato: dc.format52 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectSolo - Uso-
Palavras-chave: dc.subjectGeomorfologia-
Palavras-chave: dc.subjectHidrografia-
Palavras-chave: dc.subjectCartografia-
Palavras-chave: dc.subjectNatureza - Influência do homem-
Palavras-chave: dc.subjectRibeirão Bonito, Rio, Bacia (SP)-
Palavras-chave: dc.subjectLand use-
Palavras-chave: dc.subjectGeomorphology-
Palavras-chave: dc.subjectHydrography-
Palavras-chave: dc.subjectCartography-
Título: dc.titleAnálise da dinâmica de ocupação e uso das terras e suas implicações no sistema morfohidrográfico da Bacia do Ribeirão Bonito-SP-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.