Resíduo de abacaxi em programa de restrição alimentar qualitativa para suínos pesados

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorVasconcelos, Tarcisio Silvestre-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:27:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:27:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-03-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-03-
Data de envio: dc.date.issued2014-03-10-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/115952-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/115952-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciência e Tecnologia Animal - FEIS-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho avaliou a inclusão de resíduo de abacaxi na alimentação de suínos com elevado peso de abate. No primeiro experimento utilizaram-se 28 animais em terminação, com peso inicial de 84,93 ± 8,71 kg, para que fossem determinadas as digestibilidades totais aparentes das matérias seca (MS) e orgânica (MO), da proteína bruta (PB), da energia bruta (EB), das fibras dietéticas total (FDT), solúvel (FDS) e insolúvel (FDI), das fibras em detergente neutro (FDN) e ácido (FDA), do fósforo (P) e do cálcio (Ca), do resíduo de abacaxi incluído em 10, 20 e 30%, nas dietas de suínos, pelo método da coleta parcial de fezes. No segundo experimento avaliaram-se o ganho de peso diário (GDP), consumo de ração diário (CRD), conversão alimentar (CA), taxa de passagem da digesta e características das carcaças (peso pré abate – PPA, peso da carcaça quente – PCQ, rendimento de carcaça – RC, comprimento de carcaça – CC, espessura de toucinho média – ETM, espessura de toucinho no ponto P2 – ETP2, área de olho de lombo – AOL, profundidade de lombo – PL, área de gordura – AG, relação gordura/carne – RG/C, quantidade de carne magra – QCM, porcentagem de carne magra - PCM). Utilizaram-se 32 suínos machos, castrados, em dois períodos: dos 77,85 ± 2,57 aos 101,25 ± 4,25 kg de peso vivo (período I) e aos 126,71 ± 8,61 kg de peso vivo (período II). Os animais receberam uma de quatro dietas, com 0, 9, 18 e 27% de resíduo de abacaxi. Os animais foram alojados individualmente, alimentação à vontade, composta principalmente por milho e farelo de soja. Adotou-se o delineamento em blocos casualizados, com 7 e 8 repetições no primeiro e no segundo experimento, respectivamente, sendo o animal a unidade experimental. Os resultados foram submetidos à análise de variância, utilizando-se o procedimento GLM do programa estatístico SAS, e à análise de regressão. As digestibilidades da MO, MS, FDT, FDI, FDS, ...-
Descrição: dc.descriptionThis study evaluated pineapple byproduct in finishing swine diets. In Exp. 1 the apparent total tract digestibility (ATTD) of DM, OM, CP, CE, DTF, SDF and IDF, NDF and ADF, phosphorus (P) and calcium (Ca) of pineapple byproduct, included in increasing levels in pigs diets, were compared by the difference method. Twenty eight barrows (84.93 ± 8.71 kg of BW) were fed a basal diet or diets formulated by replacing 10, 20 or 30% of the basal diet with the test feedstuff. In Exp. 2, 32 barrows were allotted to 1 of 4 diets with increasing levels (0, 9, 18 and 27%) of pineapple byproduct, with the same AA contents, and performance (ADG, ADFI and feed conversion ratio (FCR)), digesta retention time and carcass characteristics (pre slaughter weight- -PSW, hot carcass weight – HCW, carcass yield – CY, carcass length – CL, average fat depth – AFD, P2 fat depth – P2FD, loin eye area – LEA, loin depth – LD, fat area – FA, fat/meat relation – FMR, lean meat quantity – LMQ, lean meat percentage – LMP) were evaluated from 77.85 ± 2.57 kg to 101,25 ± 4,25 kg of BW (period I) and to 126.71 ± 8.61 kg of BW (period II). In both trials pigs were housed individually, with ad libitum consumption. All diets were corn-soybean meal based. A complete randomized block design was adopted, with 7 and 8 replicates on the first and second trial, repectively, each animal was considered an experimental unit and results were submitted to ANOVA and regression analisys. The DM, OM, TDF, IDF, SDF, NDF, ADF, CP and Ca ATTD values of the pineapple byproduct were not affected (P>0.05) by the feedstuff levels of 10, 20 and 30%. Phosphorus digestibility was linearly decreased (P<0.05), and hemicellulose was linearly increased (P<0.05) by the increasing levels of the pineapple byproduct. There were linear decreases (P<0.01) in ADG (13.1% and 21.4% in periods I and II, respectively) and in ADFI (26.3% and 15.1% in periods I and II, respectively) of the ...-
Formato: dc.format53 f. : il.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectRestrição calórica-
Palavras-chave: dc.subjectFibras na nutrição animal-
Palavras-chave: dc.subjectResiduos agricolas como ração-
Palavras-chave: dc.subjectSuino - Criação-
Palavras-chave: dc.subjectAbacaxi-
Palavras-chave: dc.subjectCaloric restriction-
Título: dc.titleResíduo de abacaxi em programa de restrição alimentar qualitativa para suínos pesados-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.