As marcas da memória na escrita de As meninas de Lygia Fagundes Telles

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorRodrigues, Vanessa Aparecida Ventura-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:27:32Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:27:32Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-03-
Data de envio: dc.date.issued2015-03-03-
Data de envio: dc.date.issued2014-04-23-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/115783-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/115783-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Estudos Literários - FCLAR-
Descrição: dc.descriptionO romance de Lygia é visto pela crítica como um intenso diálogo com a história e a sociedade, compondo um importante painel da sociedade brasileira de uma determinada época, não só literário e cultural, como também histórico-sociológico. Sua literatura intimista eclode em um período de grande insatisfação do indivíduo dos grandes centros urbanos, demonstrando um profundo choque entre um presente conturbado e um passado angustiante de suas protagonistas. Assim concluímos que o retorno à memória associado à invenção é marca fundamental de toda a obra lygiana, como uma forma de sobrevivência, uma busca de equilíbrio nem sempre alcançado, de valores já perdidos em um período histórico tão desestruturado. Sua obra traz uma memória oriunda deste período, contendo relatos verdadeiros da posição do indivíduo na sociedade, juntamente com memórias individuais com seus traumas e conflitos do presente, aliando assim memória e invenção. Buscamos, portanto, investigar em que medida se dá a representação da memória, verificar a maneira com que Lygia buscou recriar a História por meio da ficção, criando por meio de seu romance, uma memória histórica a partir de memórias individuais, visto que a obra literária como um todo não busca explicar o horror a que os homens foram submetidos, mas sim, representar os inúmeros questionamentos e indagações que devem permanecer na mente de cada um de nós, como forma de afrontamento e denúncia de nossas mazelas históricas. Para alcançar tais objetivos, a metodologia adotada baseou-se no levantamento, na seleção, na leitura e no fichamento, primeiramente, da obra de Lygia Fagundes Telles, em especial o romance escolhido, e estudos que compõem o embasamento teórico da pesquisa, agrupados em três grupos: ensaios críticos sobre a obra lygiana em geral e sobre o tema em pauta, a memória; proposições sobre as categorias ...-
Descrição: dc.descriptionThe romance of Lygia is seen by critics as an intense dialogue between history and society, making an important panel of the Brazilian society of a particular era, not only literary and cultural, as well as historical and sociological. Her intimate literature breaks out in a period of great dissatisfaction of the individual in major urban centers, showing a deep clash between a troubled present and a harrowing past of her protagonists. So we conclude that the return to the memory associated with the invention is fundamental mark of the entire Lygia's work, as a form of survival, a search for balance is not always achieved, values that have been already lost in a historical period so unstructured. Her work brings a memory originated from this period, containing true accounts of the position of the individual in society, along with individual memories with their traumas and conflicts of the present, so combining memory and invention. We seek to investigate the extent that gives the representation of memory, check the way Lygia sought to recreate history through fiction, creating through her novel, a historical memory from individual memories, since the literary work as a whole does not seek to explain the horror that men were subjected, but rather represent the countless issues and questions that must remain in the minds of each of us, as a way of confrontation and denunciation of our historical ills. To achieve such purposes, the methodology adopted was based on the survey, selection, reading and book reporting, first, of the work of Lygia Fagundes Telles in particular the selected novel, and of the studies that compose the theoretical basis of the research, grouped into three: critical essays on the work of Lygia in general and about the topic under discussion, the memory; propositions about narratives categories, especially the space, and essays/theory about the literature of trauma and ...-
Formato: dc.format104 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectTelles, Lygia Fagundes 1923-
Palavras-chave: dc.subjectLiteratura-
Palavras-chave: dc.subjectLiteratura brasileira-
Palavras-chave: dc.subjectMemoria-
Palavras-chave: dc.subjectBrazilian literature-
Título: dc.titleAs marcas da memória na escrita de As meninas de Lygia Fagundes Telles-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.