Caracterização das lesões desportivas em atletas de Tênis de Mesa

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSilva, José Adolfo Menezes Garcia-
Autor(es): dc.creatorAlmeida Neto, Antônio Francisco de-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Marcelo Rocha de-
Autor(es): dc.creatorNavega, Flávia Roberta Faganello-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:25:56Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:25:56Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2010-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://submission-mtprehabjournal.com/revista/article/view/16/7-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/115041-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/115041-
Descrição: dc.descriptionIntroduction: The table tennis is characterized by requiring of the athletes intense body movement. The gestures performed by athletes require continuous postural changes, in cases of any sway in body structures may produce postural changes or initiate processes of injuries. Objective: The aim of this study was to characterize the table tennis lesions. Method: Were evaluated 31 athletes (26 males and fi ve females) with mean age 22.35±6.67 years. The subjects were interviewed with the Reported Morbidity Inquires retroactive to the 2009 season. It was used techniques of descriptive and analytical statistics. Results: The largest number of injuries was muscular (74.35%), on the shoulder (43.58%) during the movement of top spin (33.33%) in the specifi c training phase (64.1%) with symptomatic return to the activities (69.23%). Conclusion: The weekly training workload infl uences the number of lesions.-
Descrição: dc.descriptionIntrodução: O tênis de mesa é caracterizado por exigir de seus atletas movimentação corporal intensa. Os gestos desempenhados pelos atletas exigem constantes alterações posturais, em casos de desequilíbrios em quaisquer estruturas corporais poderá produzir alterações posturais ou mesmo desencadear processos de lesões. Objetivo: O objetivo do estudo foi caracterizar as lesões no tênis de mesa. Método: foram avaliados 31 atletas (26 do sexo masculino e cinco do sexo feminino) com média de idade 22,35±6,67 anos. Foi realizada entrevista com o Inquérito de Morbidade Referida retroativo a temporada de 2009. Foram utilizadas técnicas de estatística descritiva e analítica. Resultados: o maior número de lesões foi muscular (74,35%), no ombro (43,58%), durante o movimento de top spin (33,33%), na fase de treino específi co (64,1%) com retorno sintomático as atividades (69,23%). Conclusão: a carga horária de treinamento semanal infl uencia o número de lesões apresentadas.-
Formato: dc.format543-547-
Idioma: dc.languagept_BR-
Relação: dc.relationTerapia Manual-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Título: dc.titleCaracterização das lesões desportivas em atletas de Tênis de Mesa-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.