Educação Profissional e Ideologia das Competências: Elementos para uma Crítica da Nova Pedagogia Empresarial sob a Mundialização do Capital

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorAlves, Giovanni Antonio Pinto-
Autor(es): dc.creatorMoreira, Jani-
Autor(es): dc.creatorPuziol, Jeinni-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:25:36Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:25:36Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2010-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/2281-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/114880-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/114880-
Descrição: dc.descriptionThis article aims to address the relationship between work and professional education, specifically the ideology skills and the new pedagogy business under the globalization of capital. Is analyzed at first, the world-historical context, the restructuring of the productive and political capital from the 1970s, and the demand for a new organization of work based on model Toyota. Second, discuss such changes are productive within the Brazilian state and its influence on educational policies geared to work, permeated by the ideology skills as an instrument that seeks to obscure the relationshipcapital. It discusses the emergence of new education business connected to the ideals of human capital. It is the influence of international organizations in Brazil of the United Nations (UN) and the United Nations Organization for Education, Science and Culture (UNESCO), aimed at articulating the education according to the ideological aspect global, verified legislative apparatus in education. Ends up not only to reflect the content of the skills ideology, but it is suggested the redemption value of the denied promise of emancipation human-general.-
Descrição: dc.descriptionO presente artigo pretende abordar a relação entre o trabalho e a educação profissional, especificamente a ideologia das competências e a nova pedagogia empresarial no contexto da mundialização do capital. Analisa-se num primeiro momento, o contexto histórico-mundial, a reestruturação produtiva e política do capital a partir da década de 1970, bem como, a demanda de uma nova organização do trabalho baseada no modelo toyotista. Num segundo momento, discutem-se tais modificações produtivas no interior do Estado brasileiro e sua influência nas políticas educacionais voltadas para o trabalho, permeadas pela ideologia das competências enquanto um instrumento que busca obscurecer a relação-capital. Discute-se sobre o surgimento da nova pedagogia empresarial ligado aos ideais de capital humano. Destaca-se a influência de organismos internacionais no Brasil, como a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), que visam articular a educação de acordo com a vertente ideológica global, verificado no aparato legislativo educacional. Finaliza-se não apenas com a reflexão do conteúdo estranhado da ideologia das competências, mas sugere-se o resgate do valor negado como promessa de emancipação humano-genérica.-
Formato: dc.format3-17-
Idioma: dc.languagept_BR-
Relação: dc.relationEducere et Educare-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectEducação, Trabalho, Globalização, Formação Profiss-
Título: dc.titleEducação Profissional e Ideologia das Competências: Elementos para uma Crítica da Nova Pedagogia Empresarial sob a Mundialização do Capital-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.