As implicações teóricas dos arquivos pessoais: elementos conceituais

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorTognoli, Natália Bolfarini-
Autor(es): dc.creatorBarros, Thiago Henrique Bragato-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:25:20Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:25:20Z-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2015-02-24-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://www.portalseer.ufba.br/index.php/revistaici/article/view/4868/3665-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/114762-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/114762-
Descrição: dc.descriptionThis paper aims to understand the nature of personal archives and their main features based on the collector entity IEB-USP (Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo). Based on this entity and on archival theory, we discuss here, differences and similarities between the organic and private archives realizing the intrinsic value established on personal archival and how its institutionalization is denominated, once it directly pervades the attribution of value that is assigned and settled, relating to the work and life of a political or artistic personality, and also related to the collective memory and legacy left for this historically, aesthetic and socially important figures. We highlight, here, the approximation of Archival Science and Information Science and Library through the principles and organization methodologies applied to personal archives.-
Descrição: dc.descriptionBusca-se compreender como se constituem os arquivos pessoais e quais são suas características primordiais, baseando-se em uma instituição coletora desse tipo de acervo, o IEB-USP (Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo). Através desta instituição e da teoria arquivística são discutidos, aqui, divergências e semelhanças entre os arquivos orgânicos e os arquivos pessoais, percebendo o valor intrínseco estabelecido nos documentos pessoais e como é estabelecida sua institucionalização, uma vez que esta perpassa diretamente a atribuição de um valor relacionando-se com a obra e a vida de determinada figura pública ou artística, compreendendo que este valor também está relacionado à memória coletiva e ao legado deixado por essas figuras esteticamente, historicamente ou socialmente compreendidas pela sociedade como importantes. Destaca-se, ainda, a aproximação da Arquivística com as outras áreas, como a Ciência da Informação e a Biblioteconomia, por meio dos princípios e das metodologias de organização aplicados aos arquivos pessoais.-
Formato: dc.format66-84-
Idioma: dc.languagept_BR-
Relação: dc.relationPontodeAcesso-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectIEB-USP-
Palavras-chave: dc.subjectArquivo pessoal-
Palavras-chave: dc.subjectMemória coletiva-
Palavras-chave: dc.subjectArquivística-
Título: dc.titleAs implicações teóricas dos arquivos pessoais: elementos conceituais-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.