Comparação da ocorrência de complicações tromboembólicas e hemorrágicas em pacientes portadores de prótese valvares cardíacas mecânicas com um e dois folhetos na posição mitral

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorCampos, Md, Nelson Leonardo Kerdahi Leite De-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:08:11Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:08:11Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-09-30-
Data de envio: dc.date.issued2014-09-30-
Data de envio: dc.date.issued2014-03-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.5935/1678-9741.20140012-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/109534-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/109534-
Descrição: dc.descriptionIntrodução: Pacientes portadores de próteses valvares cardíacas mecânicas devem medicados continuamente com anticoagulantes orais para evitar acidentes tromboembólicos. Estes pacientes são avaliados continuamente para o controle da anticoagulação oral. Objetivo: Comparar a ocorrência de complicações tromboembólicas e hemorrágicas em portadores de próteses valvares cardíacas mecânicas de um (mono) e de dois (bi) folhetos na posição mitral em terapêutica anticoagulante. Métodos: Foram estudados, no intervalo de 10 anos, 117 pacientes portadores de prótese na posição mitral, sendo 48 com próteses de folheto único e 69 de folheto duplo. Avaliou-se a ocorrência de complicações tromboembólicas e hemorrágicas de grau maior e menor de acordo com a gravidade. Os resultados estão apresentados sob forma de estudo atuarial e de frequência linearizada de ocorrência de eventos. Resultados: As curvas atuariais mostraram que, ao longo do tempo, os pacientes portadores de próteses valvares monofolheto estiveram menos livres de complicações tromboembólicas que os pacientes com próteses bifolheto, enquanto que, estes últimos (bifolheto) estiveram menos livres de acidentes hemorrágicos. As frequências linearizadas de ocorrência para tromboembolismo foram maiores nos pacientes com próteses monofolheto. Nos episódios hemorrágicos as taxas foram maiores para os portadores de próteses bifolheto. Conclusão: Os portadores de próteses valvares cardíacas monofolheto mostraram-se mais propensos à ocorrência de acidentes tromboembólicos graves em relação aos com próteses bi folheto. Os pacientes com prótese bifolheto apresentaram maior sangramento que os pacientes com prótese monofolheto, no entanto, esta diferença se restringiu aos sangramentos de pouca gravidade.-
Descrição: dc.descriptionIntroduction: Patients with mechanical heart valve prostheses must continuously be treated with oral anticoagulants to prevent thromboembolic events related to prosthetesis. These patients should be continually evaluated for the control of oral anticoagulation. Objective: To compare the occurrence of thromboembolic and hemorragic complications in patients with mechanical heart valve prosthesis with one (mono) and two (bi) leaflets in the mitral position in anticoagulant therapy. Methods: We studied the 10-year interval, 117 patients with prosthesis in the mitral position, 48 with prosthetic single leaflet and 69 with two leaflets. We evaluated the occurrence of thromboembolic and hemorrhagic major and minor degree under gravity. The results are presented in an actuarial study and the frequency of occurrence of linear events. Results: The actuarial survival curves showed that over time, patients with prosthetic heart valve with one leaflet were less free of thromboembolic complications than patients with two leaflet prosthetic valve, while the latter (two leaflet) were less free of hemorrhagic accidents. The linearized frequency of occurrence of thromboembolism were higher in patients with mono leaflet prosthesis. Bleeding rates were higher for patients with bi leaflet prosthetic valve. Conclusion: Patients with mono leaflet prosthetic heart valve showed that they are more prone to the occurrence of serious thromboembolic events compared to those with bi leaflet prosthetic valve. Patients with bi leaflet prosthetic valve had more bleeding than patients with mono leaflet prosthetic valve, however this difference was restricted to the bleeding of minor nature.-
Formato: dc.format59-68-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherSociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular-
Relação: dc.relationRevista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular-
Relação: dc.relation0.805-
Relação: dc.relation0,231-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectAnticoagulantes-
Palavras-chave: dc.subjectEmbolia e Trombose-
Palavras-chave: dc.subjectHemorragia-
Palavras-chave: dc.subjectPróteses Valvulares Cardíacas-
Palavras-chave: dc.subjectAnticoagulants-
Palavras-chave: dc.subjectEmbolism and Thrombosis-
Palavras-chave: dc.subjectHemorrhage-
Palavras-chave: dc.subjectHeart Valve Prosthesis-
Título: dc.titleComparação da ocorrência de complicações tromboembólicas e hemorrágicas em pacientes portadores de prótese valvares cardíacas mecânicas com um e dois folhetos na posição mitral-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.