DECREASING PREVALENCE OF THE ACUTE/SUBACUTE CLINICAL FORM OF PARACOCCIDIOIDOMYCOSIS IN MATO GROSSO DO SUL STATE, BRAZIL

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFabris, Larissa Rodrigues-
Autor(es): dc.creatorAndrade, Úrsulla Vilella-
Autor(es): dc.creatorSantos, Aline Ferreira Dos-
Autor(es): dc.creatorMarques, Ana Paula Da Costa-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Sandra Maria Do Valle Leone De-
Autor(es): dc.creatorMendes, Rinaldo Pôncio-
Autor(es): dc.creatorPaniago, Anamaria Mello Miranda-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:07:56Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:07:56Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-09-30-
Data de envio: dc.date.issued2014-09-30-
Data de envio: dc.date.issued2014-04-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0036-46652014000200006-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/109430-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/109430-
Descrição: dc.descriptionCom o objetivo de avaliar o comportamento da paracoccidioidomicose nas últimas três décadas, dados clínicos e epidemiológicos de 595 pacientes atendidos dentre 1980 a 2009 no Hospital da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul foram estudados. Sexo, faixa etária, forma clínica, associação com tuberculose ou AIDS e mortalidade foram comparados por década em que a doença foi diagnosticada. Observou-se, nas três décadas do estudo, uma redução do percentual de mulheres, de pacientes do grupo de 20 a 39 anos, assim como de casos com a forma aguda/subaguda. Estas alterações estão intimamente relacionadas e podem ser analisadas simultaneamente. Houve aumento de casos de coinfecção com AIDS da primeira para segunda década, coincidindo com o surgimento da epidemia, e manteve-se estável durante a década seguinte. Não houve alteração da taxa de coinfecção com tuberculose, que no geral foi de 6,9% o que reforça a importância desta comorbidade. A taxa geral de mortalidade foi de 6,7% e também não variou entre as décadas estudadas. A manutenção da taxa de óbitos chama a atenção para a relevância dessa doença negligenciada.-
Descrição: dc.descriptionWith the objective to evaluate the behavior of paracoccidioidomycosis in the last three decades, clinical and epidemiological data of 595 patients admitted to clinical services of the Federal University of Mato Grosso do Sul from 1980 to 2009 were investigated. Gender, age distribution, clinical form, comorbidity with tuberculosis or AIDS, and mortality were compared by decades of clinical admission. It was shown that during the three decades there was a decrease in women percentage, and the same manner occurred a reduction in participants in the age group of 20 to 39 years. Moreover, the acute/subacute forms have been diminished in the period. These fluctuations are closely related and can be simultaneously analyzed. Increased AIDS co-infection prevalence from the first to the second decade was also revealed, coinciding with the appearance of the retroviral epidemic and stabilizing during the third decade. No change in the tuberculosis co-infection rate was observed (overall = 6.9%). It reinforces the importance of this co-morbidity. The overall mortality rate remained steady at 6.7%, not varying significantly from one decade to another. The persistent mortality rate calls attention to the importance of this neglected disease.-
Formato: dc.format121-125-
Idioma: dc.languageen-
Publicador: dc.publisherInstituto de Medicina Tropical-
Relação: dc.relationRevista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo-
Relação: dc.relation1.489-
Relação: dc.relation0,669-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectParacoccidioidomycosis-
Palavras-chave: dc.subjectGeographic area-
Palavras-chave: dc.subjectAge group-
Título: dc.titleDECREASING PREVALENCE OF THE ACUTE/SUBACUTE CLINICAL FORM OF PARACOCCIDIOIDOMYCOSIS IN MATO GROSSO DO SUL STATE, BRAZIL-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.