Paradigmas em disputa na educação do campo

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorCamacho, Rodrigo Simão-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:06:22Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:06:22Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-08-13-
Data de envio: dc.date.issued2014-08-13-
Data de envio: dc.date.issued2014-01-27-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/108661-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/108661-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Geografia - FCT-
Descrição: dc.descriptionO objetivo geral dessa tese é o de demonstrar as diferenças dos aspectos teóricos, políticos e ideológicos existentes entre a Educação do Campo construída a partir da tendência campesinista do Paradigma da Questão Agrária (PQA), tendo como recorte analítico a experiência do Curso Especial de Graduação em Geografia (CEGeo) convênio INCRA/PRONERA/UNESP/ENFF, e a proposta de Educação do Campo construída a partir do Paradigma do Capitalismo Agrário (PCA), tendo como recorte analítico a experiência do Programa Empreendedorismo do Jovem Rural (PEJR) que recebe apoio técnico, pedagógico e financeiro do Instituto Souza Cruz (ISC), e é implementada pelo Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (CEDEJOR),no Centro-Sul do Paraná. Com esta comparação pretendemos defender o que consideramos ser o Paradigma Originário da Educação do Campo e afirmar a tese de que o território teórico da Educação do Campo está amparado na tendência campesinista do Paradigma da Questão Agrária. A metodologia utilizada foi à análise do Projeto Político-Pedagógico, a observação participante e as entrevistas com coordenadores, educandos, monitores e educadores de ambos os cursos. A nossa reflexão vai estar calcada em torno de dois paradigmas...-
Descrição: dc.descriptionEl objetivo general de esta tesis es demostrar las diferencias de los aspectos teóricos, políticos y ideológicos existentes entre la Educación del Campo construida desde la tendencia campesinista del Paradigma de la Cuestión Agraria (PQA), teniendo como recorte analítico la experiencia el Curso Especial de Graduación enGeografía (CEGeo) convenio INCRA/PRONERA/UNESP/ENFF, y la propuesta de la Educación del Campo construida desde el Paradigma del Capitalismo Agrario (PCA), teniendo como recorte analítico la experiencia del Programa Empreendedorismo del Joven Rural (PEJR) que recibe apoyo técnico, pedagógico y financiero del Instituto Souza Cruz (ISC), y es implementada por el Centro de Desarrollo del Joven Rural (CEDEJOR), en el Centro-Sur de Paraná. Con esta comparación intentamos defender lo que consideramos ser el Paradigma Originario de la Educación del Campo y afirmar la tesis de que el territorio teórico de la Educación del Campo está amparado en la tendencia campesinista del PQA. La metodología utilizada fue la análisis del Proyecto Político-Pedagógico, la observación participante y las entrevistas con coordinadores, educandos, monitores y educadores de ambos cursos. Nuestra reflexión va a estar acerca de dos paradigmas...-
Formato: dc.format806 f. : il., mapas-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectGeografia-
Palavras-chave: dc.subjectParadigmas (Ciencias sociais)-
Palavras-chave: dc.subjectCamponeses-
Palavras-chave: dc.subjectMovimentos sociais rurais-
Palavras-chave: dc.subjectEducação do campo-
Palavras-chave: dc.subjectGeography-
Título: dc.titleParadigmas em disputa na educação do campo-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.