Processo de diferenciação gonodal em Pseudoplatystoma fasciatum e tentativa de feminilização com 17β-estradiol

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorValentin, Fernanda Nogueira-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:06:00Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:06:00Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-08-13-
Data de envio: dc.date.issued2014-08-13-
Data de envio: dc.date.issued2013-06-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/108526-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/108526-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Aquicultura - FCAV-
Descrição: dc.descriptionPseudoplatystoma fasciatum is an important species, with unspined meat, delicate flavor and firm texture. Females of this species reach larger sizes and have better growth rates than males. The objective of this study was to describe the gonad development and differentiation of P. fasciatum and evaluate the potential feminization effect of the 17β - estradiol hormone. For development and gonadal differentiation description, P. fasciatum juveniles were obtained through the hormonal induction of various breeders maintained in different reproductive stations and fish farms of inducted reproduction (Centro de Aquicultura Unesp “CAUNESP”, Andrade and Mar&Terra piscicultures); for the hormonal treatment juveniles were obtained and maintained in Mar&Terra pisciculture. Samples for development and gonadal differentiation were performed on pre-set points starting from 39 days post-fertilization (dpf) until complete 240 dpf. For the hormonal treatment juveniles (39 dpf) were fed daily to satiation with artificial food incorporated with 17β-estradiol. We used a control group and three treated groups (50, 100, 150mg/kg of commercial extruded feed containing 40% crude protein). Sampling started at 39 (dpf) and periodically at the following times 45, 57, 70 and 100 dpf. At 39 dpf gonads were undifferentiated observed as simple structures, located ventrally to intestine and dorsally to kidney. From 39 to 45 dpf we observed the first histological clues of female and male gonad differentiation. At 60-70 dpf the external and internal differences of male and female gonads enabled the morphological identification of ovaries and testes precursors, however, both the male and the female gonad consisted mainly of somatic cells and rare germ cells of the undifferentiated type, referred as oogonia for female gonads and spermatogonia for male gonads. From 100 to 113 dpf, gonads from both sexes increased in size ...-
Descrição: dc.descriptionO Pseudoplatystoma fasciatum é uma espécie nobre que apresenta carne sem espinhos, sabor delicado e textura firme. Nesta espécie, as fêmeas atingem maior tamanho e apresentam melhores taxas de crescimento que os machos. Assim, o objetivo desde trabalho foi descrever o processo de desenvolvimento e diferenciação gonadal do P. fasciatum e avaliar a possibilidade da feminilização com uso do hormônio 17β-estradiol. Para a descrição da diferenciação e desenvolvimento gonadal, os juvenis de P. fasciatum foram obtidos por meio de reprodução induzida de reprodutores mantidos em diversas estações de reprodução e pisciculturas de reprodução induzida (Centro de Aquicultura da UNESP “CAUNESP”, piscicultura Andrade e piscicultura Mar & Terra); já para o tratamento hormonal, os juvenis foram obtidos e mantidos na piscicultura Mar & Terra. As coletas para a diferenciação e desenvolvimento gonadal foram realizadas em tempos pré-estabelecidos, iniciando a partir de 39 dias pós-fertilização (dpf) e até completarem 240 dpf. Para o tratamento hormonal os juvenis com 39dpf receberam ração incorporada com 17β-estradiol e alimentados diariamente até a saciedade. Foi utilizado um grupo controle e três grupos tratados (50, 100, 150mg/Kg de ração comercial extrusada com 40% de proteína bruta). As coletas iniciaram com 39 dpf e depois periodicamente nos seguintes tempos 45, 57, 70, 100 dpf. Aos 39 dpf observaram-se pares de gônadas indiferenciadas como estruturas simples, localizadas dorsalmente ao intestino e ventralmente ao rim. Entre 39 e 45 dpf observamos pela primeira vez evidências histológicas no início de diferenciação em gônada feminina e gônada masculina. Com 60 a 70 dpf as diferenças externas e internas das gônadas femininas e masculinas permitiam a identificação morfológica de precursores de ovários e testículos, porém, tanto a gônada feminina quanto a masculina ...-
Formato: dc.formatxiii, 123 p. : il.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectPeixe - Histologia-
Palavras-chave: dc.subjectGônadas-
Palavras-chave: dc.subjectReprodução animal - Aspectos endocrinos-
Palavras-chave: dc.subjectFishes-
Título: dc.titleProcesso de diferenciação gonodal em Pseudoplatystoma fasciatum e tentativa de feminilização com 17β-estradiol-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.