Fernando de Azevedo: institucionalização da sociologia e modernização brasileira

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorNascimento, Alessandra Santos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:05:21Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:05:21Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-24-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-24-
Data de envio: dc.date.issued2010-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://seer.fclar.unesp.br/perspectivas/article/view/3557-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/108189-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/108189-
Descrição: dc.descriptionO artigo desenvolve uma reflexão acerca da contribuição de Fernando Azevedo para a institucionalização da sociologia no Brasil, dando ênfase também a seu papel no processo de modernização ocorrido no país entre as décadas de 1930 e 1960. Nesse sentido, o trabalho procura articular “texto” e “contexto”, como uma opção metodológica, e aponta como hipótese principal que a trajetória institucional e as obras de Azevedo representam um caminho profícuo para se revisar criticamente algumas das explicações canônicas sobre a história das Ciências Sociais no Brasil. Em particular, são destacadas aquelas interpretações que abordaram o tema privilegiando o processo de institucionalização como viés explicativo, inclusive, dando ênfase à década de 1960 como o seu marco inicial. Como resultado do ângulo adotado foi possível chegar a uma versão distinta, ainda que preliminar, dessa história, mostrando que Fernando de Azevedo ocupou um lugar destacado tanto para a institucionalização das Ciências Sociais quanto para o processo de modernização do país.-
Descrição: dc.descriptionThis article proposes a reflection about the efforts of Fernando de Azevedo for the institutionalization of the sociology in Brazil. It focus his important role in the process of modernization occurred in this Nation during the decades of 1930’s to 1960’s. So, the paper intends to articulate the “text” and the “context” as a method driven, and defines as a hypothesis the institutional trajectory as well the theoretical works of Fernando Azevedo as an useful tool to revise the major explanations about the history of the Social Sciences in Brazil, especially the interpretations that have been accentuated the process of institutionalization of the sociology as a science. This theoretical option means that the date birth of the Social Sciences, for this current, should be the decade of 1960’s. This article, however, intends another approach by focusing the role of Fernando de Azevedo in this process of modernization as well in the area of the Social Science and its history.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Relação: dc.relationPerspectivas: Revista de Ciências Sociais-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectFernando de Azevedo-
Palavras-chave: dc.subjectInstitucionalização-
Palavras-chave: dc.subjectSociologia-
Palavras-chave: dc.subjectIntelectuais-
Palavras-chave: dc.subjectModernização-
Título: dc.titleFernando de Azevedo: institucionalização da sociologia e modernização brasileira-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.