Fisiologia, patogenicidade, sensibilidade a fungicidas e caracterização molecular de Phytophthora capsici Leonian do pimentão (Capsicum annuum L.)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMarque, Janaína Marianno de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:02:15Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:02:15Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2002-03-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/106694-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/106694-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA-
Descrição: dc.descriptionO pimentão (Capsicum annuum) é uma hortaliça de grande consumo no Brasil, e a murchadeira, causada por Phytophthora capsici, é uma das principais doenças da cultura, podendo causar perdas de até 100%. Este trabalho visou a avaliação de diversas características do patógeno: agressividade, nível de resistência dos genótipos de pimentão cultivados no estado de São Paulo, sensibilidade a fungicidas, oxigenação para produção de esporângios e caracterização molecular. A determinação destas variáveis tem importância prática para o produtor, na escolha correta de genótipo de pimentão e estratégia de controle; e, para instituições de pesquisa, na otimização da produção de inóculo para programas de melhoramento. Concluiu-se que a agressividade não depende do grupo de compatibilidade; assim como a sensibilidade a fungicidas e o comportamento em relação à oxigenação. Entre os genótipos escolhidos para o teste de resistência o híbrido Nathalie foi o que apresentou o melhor nível. A idade das plantas influenciou a manifestação da resistência. O balanço O2/CO2 influenciou diretamente na esporulação do patógeno. Em P. capsici marcadores de RAPD não foram consistentes na separação de grupos de compatibilidade.-
Descrição: dc.descriptionThe sweet pepper (Capsicum annuum) is a vegetable well consumed in Brazil, and the blight, caused by Phytophthora capsici, is the main disease of the culture, and can cause losses up to 100%. This work sought the evaluation of several characteristics of the pathogen: aggressiveness, level of resistance of pepper genotypes cultivated in the state of São Paulo, sensibility to fungicides, aeration for sporangia production and molecular characterization. The determination of these characteristics have practical importance to the grower, for the correct choice of pepper genotype and control strategy; and, to research institutions, for the correct inoculum production in breeding programs. It was concluded that the aggressiveness doesn't depend of the mating type; as well as the sensibility to fungicides and the behaviour in relation to the aeration. Among the genotypes in the resistance test, the hybrid Nathalie was the one that presented the best level. The age of the plants influenced the manifestation of the resistance. The O2/CO2 balance had direst influence on the sporulation of the pathogen. In P. capsici RAPD markers are not consistent in the separation of mating types.-
Formato: dc.formatix, 67 f. : il., gráfs.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectFungos - Fisiologia-
Palavras-chave: dc.subjectFungos fitopatogenicos - Plantas hospedeiras-
Palavras-chave: dc.subjectFitopatologia-
Título: dc.titleFisiologia, patogenicidade, sensibilidade a fungicidas e caracterização molecular de Phytophthora capsici Leonian do pimentão (Capsicum annuum L.)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.