Diversidade de anuros (Amphibia) do Parque Estadual Morro do Diabo, SP

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorSantos, Tiago Gomes dos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:01:49Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:01:49Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2009-04-06-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/106540-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/106540-
Descrição: dc.descriptionConselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBRC-
Descrição: dc.descriptionEstudamos a riqueza, composição taxonômica e os padrões de distribuição espaciais e temporais de taxocenoses de anuros do Parque Estadual Morro do Diabo (PEMD), o maior remanescente de Floresta Estacional Semidecídua no estado de São Paulo, Brasil. Registramos 28 espécies de anuros (Apêndice I) de setembro de 2005 a março de 2007, que compreenderam um misto de espécies de Mata Atlântica, do Cerrado e de formas amplamente distribuídas na América do Sul, geralmente consideradas tolerantes a modificações antropogênicas. A baixa riqueza de espécies e de modos reprodutivos, a predominância de espécies habitatgeneralistas e a alta similaridade de espécies de anuros com áreas de Cerrado podem ser explicadas pela sazonalidade climática da área estudada (estação seca pronunciada), além da grande distância em relação a centros de diversificação de anuros, como as montanhas costeiras da Floresta Atlântica úmida. Chuva e fotoperíodo explicaram aproximadamente 77% da atividade de vocalização de toda a taxocenose, enquanto somente a chuva e o fotoperíodo explicaram a temporada de vocalização em ambientes temporários e permanentes, respectivamente. Registramos alta sobreposição na temporada de vocalização dos machos, mas segregação na fase larval. A distribuição das espécies de anuros entre sítios de reprodução (Apêndice II) diferiu da esperada pelo acaso e compreendeu três taxocenoses distintas de anuros que foram explicadas pelo conjunto de variáveis ambientais de riachos permanentes, represas permanentes e poças temporárias. Registramos que 19 espécies de anuros (aproximadamente 83% da riqueza total de espécies registradas nos corpos d’água monitorados) foram indicadoras da heterogeneidade ambiental: três espécies indicaram riachos permanentes, quatro indicaram represas permanentes e 12 espécies indicaram poças temporárias...-
Descrição: dc.descriptionWe studied richness, composition, and patterns of temporal and spatial distributions of anuran assemblages of Morro do Diabo State Park (MDSP), the major remnant of Mesophytic Semideciduous Forest (MSF) in the state of São Paulo, Brazil. From September 2005 to March 2007 we recorded 28 anuran species (Appendix I), comprising a mix of Atlantic, Cerrado, and South American widespread species, usually considered tolerant to anthropic modifications. The low richness of species and reproductive modes, the predominance of habitat generalist species, and the high similarity with Cerrado areas can be explained by climatic seasonality of the studied area (pronounced dry season), besides its large distance in relation to centers of anuran diversification, such as coastal mountains of the wet Atlantic Forest. Rainfall and photoperiod explained about 77% of calling activity of the whole assemblage, while rainfall alone in temporary habitats and photoperiod in permanent ones explained the calling season. We recorded high temporal overlap for calling males, but segregation for tadpoles. Spatial distribution of anuran species among breeding sites of the MDSP (Appendix II) differed of expected by chance and comprised three distinct anuran assemblages that were explained by the suite environmental variables of permanent streams, permanent dams, and temporary ponds. We recorded that 19 species (about 83% of total anuran species recorded in monitored sites) were indicators of environmental heterogeneity: three anuran species indicated permanent streams, four indicated permanents dams, and 12 anuran species indicated temporary ponds. Regarding to micro-spatial distribution of anuran species at two temporary ponds of MDSP, we recorded that males of most pairs of species (96%) used distinct sites for calling activities. The best combination of variables discriminating anuran species regarding male... (Complete abstract click electronic access below)-
Formato: dc.formatix, 126 f. : il., gráfs., tabs.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectAnuro-
Palavras-chave: dc.subjectParque Estadual Morro do Diabo (Teodoro Sampaio, SP)-
Palavras-chave: dc.subjectAnálise de similaridade-
Palavras-chave: dc.subjectPadrões temporais-
Palavras-chave: dc.subjectDistribuição espacial-
Palavras-chave: dc.subjectAnuran assemblages-
Palavras-chave: dc.subjectSimilarity analysis-
Palavras-chave: dc.subjectTemporal patterns-
Palavras-chave: dc.subjectSpatial distribution-
Título: dc.titleDiversidade de anuros (Amphibia) do Parque Estadual Morro do Diabo, SP-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.