Análise da produção científica nacional fonoaudiológica acerca da linguagem escrita

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMunhoz, Cíntia Mara Affornalli-
Autor(es): dc.creatorMassi, Giselle-
Autor(es): dc.creatorBerberian, Ana Paula-
Autor(es): dc.creatorGiroto, Claudia Regina Mosca-
Autor(es): dc.creatorGuarinello, Ana Cristina-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:52:33Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:52:33Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2007-09-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872007000300003-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/10614-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/10614-
Descrição: dc.descriptionTEMA: a produção científica nacional sobre a linguagem escrita no âmbito da Fonoaudiologia. OBJETIVO: analisar parte da produção fonoaudiológica brasileira acerca da linguagem escrita, entre os anos de 1980 a 2004, levando em conta o período da publicação; a distribuição de freqüência por período; os tipos de publicações; as sub-temáticas abordadas e a autoria. MÉTODO: a pesquisa de caráter documental configurou a opção metodológica selecionada para a realização desse estudo. Foram analisados livros, capítulos de livros e artigos publicados em sete periódicos nacionais de Fonoaudiologia (1980 a 2004). RESULTADOS: as produções científicas em torno da linguagem escrita, no período considerado, perfazem um total de 236 publicações. Desse total, 3,39% foram publicadas na década de 1980; 44,1% na década de 1990; e 52,5% durante o período de 2000-2004. Quanto ao tipo das publicações, 18,5% foram publicadas em forma de livro, 39% de capítulo de livro e 42,5% de artigo em periódico. Quanto à autoria das publicações, 42 autores (76,36%), são vinculados a instituições de ensino superior, como docentes ou discentes, com maior concentração no Estado de São Paulo e menor no Rio de Janeiro. As produções analisadas versaram sobre cinco sub-temáticas: distúrbios de linguagem escrita (52%); processo de apropriação da linguagem escrita (23,5%); surdez e linguagem escrita (8,90%); alterações neurológicas e linguagem escrita (8,22%) e escola e linguagem escrita (7,53%). CONCLUSÃO: a pesquisa permitiu recuperar parte da memória acerca da construção de um campo de atuação e de conhecimento da área fonoaudiológica: a linguagem escrita. O ascendente crescimento de publicações em torno dessa temática aponta para o implemento de pesquisas nesse campo da Fonoaudiologia e, portanto, a pertinência de estudos que objetivem analisar os rumos da produção científica relativa ao mesmo.-
Descrição: dc.descriptionBACKGROUND: national scientific production on written language in the scope of the Speech-Language and Hearing Sciences. AIM: to analyze part of the production of the Brazilian Speech-Language and Hearing Sciences on written language, between the years of 1980 and 2004, considering the following: publication period; distribution per period; types of publication; themes; and authorship. METHOD: this research was developed through the selection and analysis of documents, such as; books, book chapters, and scientific articles published in seven national journals of the Speech-Language and Hearing Sciences (1980 to 2004). RESULTS: scientific written production found in the studied period consisted of 236 publications. From this total, 3.39% were published during the 80s; 44.1% during the 90s; and 52.5% during the period of 2000-2004. Regarding the type of publication, 18.5% of the scientific production was published as books, 39% as book chapters and 42.5% as research articles. Considering authorship, 42 authors (76.36%) are entailed to institutions of higher education, either as professors or as students, with a higher concentration in the State of São Paulo and a lower concentration in the State of Rio de Janeiro. Overall, the analyzed written productions considered five themes: Written language disorders (52%); Written language appropriation process (23.5%); Written language and deafness (8.90%); Written language and neurological disorders (8.22%) and Written language and school (7.53%). CONCLUSION: this research recovered part of the scientific production on written language in the field of the Speech-Language and Hearing Sciences. The increase of publications on this theme suggests an improvement of the researches in the field of the Speech-Language and Hearing Sciences and, therefore, points to the importance of studies that analyze trends in our scientific production.-
Formato: dc.format249-258-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherPró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.-
Relação: dc.relationPró-Fono: Revista de Atualização Científica-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectIndicadores de Produção Científica-
Palavras-chave: dc.subjectEstudos de Linguagem-
Palavras-chave: dc.subjectPesquisa-
Palavras-chave: dc.subjectScientific Production Indicators-
Palavras-chave: dc.subjectLanguage Studies-
Palavras-chave: dc.subjectResearch-
Título: dc.titleAnálise da produção científica nacional fonoaudiológica acerca da linguagem escrita-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.