Avaliação de políticas públicas de recuperação de aprendizagem em alfabetização na visão de quem as implementa

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorOliveira, Ivani de Lourdes Marchesi de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:00:37Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:00:37Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2012-12-05-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/106122-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/106122-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Serviço Social - FCHS-
Descrição: dc.descriptionNesta tese examinamos as políticas educacionais de recuperação em alfabetização, em sua fase de implantação em nível escolar. Elegemos como método de análise de dados, a “arqueologia” de Michel Foucault, porque pesquisa as instituições em nível micro, em relações de poder estabelecidas entre pessoas e fatos. Por “arqueologia” entende-se o ordenamento geral construído por fatos, idéias, em um espaço (“o topos”).Os procedimentos realizados intencionaram constituir a operacionalização de uma pesquisa qualitativa a partir de uma preocupação central: o entendimento da fraca expressividade de resultados de políticas públicas de recuperação do analfabetismo presente ainda entre alunos de 6º a 9º anos do Ensino Fundamental e Ensino Médio na Diretoria de Ensino da Região de Franca, município de Franca. Objetivamos contribuir para a melhoria da efetivação destas políticas, traçando objetivos específicos como: apontar que o fenômeno da banalização do analfabetismo tem origem histórica, econômica e cultural, não se reduzindo apenas às dimensões técnicas pedagógicas; analisar políticas públicas de recuperação em alfabetização e de aprendizagem além de determinados pontos de lugares comuns de discussões tais como: consequência de tempos de crise e de globalização, de neoliberalismo; captar possíveis intervenientes no decorrer de implementações das políticas públicas de alfabetização (pontos de possíveis estrangulamentos), em nível da própria instituição escolar. Elencamos, como objeto de estudo, a política de recuperação de aprendizagem em alfabetização entre os estudantes do Ciclo II do Ensino Fundamental (6° a 9° anos) e do Ensino Médio, esclarecendo que, no Estado de São Paulo, o Ensino Fundamental se organiza em Ciclo I e Ciclo II, respectivamente, compreendendo do primeiro ao quinto anos, e do sexto ao nono anos...-
Descrição: dc.descriptionIn this thesis we examine the educational policies for illiteracy recovery, in its implementation phase at the school level. We have elected as a method of data analysis, the archeology of Michel Foucault because it focuses on institutions at a micro level, on the power relationships established between people and events. By archeology we mean the general ordering built by facts and ideas, in a space (the topos). The procedures employed were intended to constitute the operationalization of a qualitative research starting from a central concern: understanding the weak expressiveness of public policy outcomes in illiteracy recovery still present among students from the 6th to 9th years of the Fundamental as well as Middle School within the Diretoria de Ensino in the region of Franca, Franca Municipality. We aim to contribute to improving the effectiveness of these policies, outlining specific goals such as: pointing out that the phenomenon of trivialization of illiteracy has an historical, economic and cultural origin, not reducing itself only to the dimensions of teaching techniques; Analyzing public policies for learning and illiteracy recovery beyond certain commonplace points of discussions such as: results in times of crisis and globalization, and of neoliberalism; Detecting any possible intervenient in the course of implementation of illiteracy recovery public policies (points of possible bottlenecks), in terms of the school institution itself. We list, as an object of study, the learning and illiteracy recovery policy for the students of Cycle II of Fundamental School (6 th to 9th year) and of Middle School, explaining that, in the State of São Paulo, Fundamental School is organized in Cycle I and Cycle II, comprising the first through fifth year, and the sixth to ninth year respectively... (Complete abstract click electronic access below)-
Formato: dc.format267 f. : il. gráfs., tabs.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectServiço social-
Palavras-chave: dc.subjectEducação de crianças-
Palavras-chave: dc.subjectEducação - Franca (SP)-
Palavras-chave: dc.subjectAprendizagem social-
Palavras-chave: dc.subjectAnalfabetismo - São Paulo (Estado)-
Palavras-chave: dc.subjectPolítica social-
Palavras-chave: dc.subjectPolitica e educação-
Palavras-chave: dc.subjectAlfabetização - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectPoliticas publicas-
Palavras-chave: dc.subjectEducadores-
Palavras-chave: dc.subjectSocial service-
Título: dc.titleAvaliação de políticas públicas de recuperação de aprendizagem em alfabetização na visão de quem as implementa-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.