Efeitos da dexmedetomidina sobre a lesão de isquemia e reperfusão renal em ratos: avaliação pela NGAL, histologia e interleucinas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorKakuda, Claudio Mueller-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T21:00:18Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T21:00:18Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2013-02-20-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/106019-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/106019-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Anestesiologia - FMB-
Descrição: dc.descriptionA lesão renal aguda isquêmica é fenômeno comum no período perioperatório e em doentes críticos internados em unidades de terapia intensiva. O restabelecimento do fluxo sanguíneo pode piorar a lesão pelo mecanismo de isquemia e reperfusão (I/R). O objetivo do estudo foi avaliar o efeito do uso da dexmedetomidina no rim de ratos, em modelo experimental de I/R. Foram selecionados 34 ratos Wistar e alocados em quatro grupos aleatórios. Grupo Controle – C (nefrectomia direita, infusão de salina e manobras de I/R, n=10), Grupo Dexmedetomidina – D (nefrectomia direita, infusão de dexmedetomidina e manobras de I/R, n=8), Grupo Sham – S (nefrectomia direita e infusão de salina, n=8), Grupo Sham com dexmedetomidina – SD (nefrectomia direita e infusão de dexmedetomidina, n=8). Os animais foram anestesiados com isoflurano. Avaliou-se peso, frequência cardíaca (FC), pressão arterial sistólica (PAS), diastólica (PAD) e média (PAM), temperatura intraoperatória (T) nos momentos M0 (monitorização inicial), M1 (após estabilização), M2 (após isquemia), M3 (após reperfusão); dosagem plasmática de NGAL em M1, M2, M3 e M4 (12 horas após o início do experimento) e dosagem plasmática de IL-1α, IL-1β, IL-6, IL-10 e TNF-α nos momentos M1 e M4. Os rins direito e esquerdo foram analisados histologicamente. Os grupos foram uniformes quanto ao peso. A temperatura do grupo SD em M0 foi inferior a M1 e M2, sem diferenças nos demais grupos. A FC do grupo S foi maior que do grupo D em M2 e M3, sem diferenças nos demais grupos e momentos. A análise da PAS, PAD e PAM mostrou redução nos momentos M2 e M3 nos grupos D e SD. Na análise de NGAL os valores foram estatisticamente superiores em M3 nos grupos C e D em relação a S e SD e M3 foi superior aos valores de M1 em todos os grupos. Na análise de IL-1α, IL-6 e IL-10 os valores em M1 do grupo SD foi superior ao grupo D e não houve diferenças entre os grupos em M4. Não houve...-
Descrição: dc.descriptionAcute kidney injury (AKI) is a common phenomenon in perioperative period and critically ill patients admitted to intensive care units. The restoration of blood flow may worsen injury by a mechanism of ischemia and reperfusion (I/R). The aim of this study was to evaluate the role of dexmedetomidine in an experimental model of renal I/R in rats. 34 Winstar rats were selected and randomly divided into 4 different groups. Control group – C (right nephrectomy, saline solution infusion and left renal I/R, n=10), Dexmedetomidine group – D (right nephrectomy, dexmedetomidina infusion and left renal I/R, n=8), Sham group – S (nephrectomy and saline infusion, n=8), Sham with dexmedetomidina – SD (right nephrectomy and dexmedetomidine infusion, n=8). The rats were anesthetized by isoflurane. The following criteria were studied: weight (W), heart rate (HR), systolic blood pressure (SBP), diastolic blood pressure (DBP) and mean arterial pressure (MAP), intraoperative temperature (T) at M0 (initial monitorization), M1 (after initial stabilization), M2 (after ischemia) and M3 moment (after reperfusion); NGAL plasma level at M1, M2, M3 and M4 (12 hours after the procedure) and plasma level of IL-1α, IL-1β, IL-6, IL-10 and TNF-α at M1 and M4 moments. Histological analysis was performed in all kidneys. The groups had not weight differences. SD temperature at M1 was lower than M1 and M2 and there were no differences between other groups and moments. S group HR was higher than D group at M2 and M3 with no differences in other groups and moments. There was a reduction of SBP, DBP and MAP at M2 and M3 in D and SD groups. NGAL analysis showed higher levels at M3 in C and D groups than S and SD and levels at M3 were higher than at M1 in all groups. The levels of IL-1α, IL-6 and IL-10 at M1 in SD group were higher than in group D and there were no differences between groups in M4. There were no differences in plasma levels of IL-1β and at M4, the ...-
Formato: dc.format67 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectRins - Doenças-
Palavras-chave: dc.subjectIsquemia-
Palavras-chave: dc.subjectHistologia-
Palavras-chave: dc.subjectRato como animal de laboratorio-
Palavras-chave: dc.subjectReperfusão (Fisiologia)-
Palavras-chave: dc.subjectSedativos - Estudos experimentais-
Palavras-chave: dc.subjectIschemia-
Título: dc.titleEfeitos da dexmedetomidina sobre a lesão de isquemia e reperfusão renal em ratos: avaliação pela NGAL, histologia e interleucinas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.