As práticas artísticas como um princípio de governo das condutas humanas

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorZanetti, Fernando Luiz-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:59:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:59:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2012-02-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/105603-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/105603-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Psicologia - FCLAS-
Descrição: dc.descriptionEsse trabalho versa a respeito da produção de um modo de subjetivação contemporânea. O problema em análise é o de como se institui um tipo de processo de subjetivação que visa efetivar uma sociedade inclusiva, e tem por tarefa a inserção da diferença em alguns circuitos de valor social. Delimitamos um conjunto de estratégias e táticas que produzem esse modo de subjetivação do sujeito. A estratégia básica é a produção de uma sociedade para todos e, que a noção de diretos humanos e de liberdade que irá gerar, não apenas uma sociedade para todos, mas uma sociedade para cada um, criando um modo de se governar que se direciona também a cada indivíduo. Esse entendimento sobre a produção desse processo de subjetivação foi construído a partir do estudo das práticas artísticas nos dias de hoje. Acompanhar as práticas artísticas em lugares de produção de melhoria das condições de vida da população nos permitiu observar as conseqüências da enunciação da arte como linguagem universal do homem; da arte como correlato da afirmação da diferença; ou como suporte de expressão da vida psicológica do indivíduo. A partir do estudo dessas práticas foi possível visualizar um diagrama de relações de poder e saber que nos fazem falar, ver e agir como seres globalizados, humanizados, sensíveis, emocionais, criativos, diferentes e expressivos. Um outro percurso de produção de estratégias para a afirmação desse modo de governança se institui no campo dos saberes da filosofia da arte e da estética como instrumento de ofertas de conteúdo para o trabalho da normalização social. Estamos a afirmar que a arte torna-se hoje um correlato das práticas voltadas para o bem governar, ou que certas...-
Descrição: dc.descriptionThis study deals about the production of a contemporary mode of subjectification. The problem under consideration is how it is established a process type of subjectification that aims at carrying an inclusive society, and has the task to include the difference in some circuits of social value. We delimited a set of strategies and tactics that make this mode of subjectification of the subject. The basic strategy is to produce a society for all and that not only will the notion of human rights and freedom generate a society for all, but also a society for each one, creating a way to govern that aims at each individual as well. This understanding on the production of such process of subjectification was constructed from the study of artistic practices today. Monitoring artistic practices in places of production to improve the living conditions of the population allowed us to observe the consequences of the enunciation of art as a universal language of man; art as a correlate of the affirmation of difference; or as support to the expression of psychological life of the individual. From the study of these practices it was possible to view a diagram of relationships of power and knowledge that make us talk, see and act as global, humanized, sensitive, emotional, creative, different and expressive beings. Another route of strategies production for the affirmation of this mode of governance is instituted in the field of knowledge of the philosophy of art and aesthetics as an instrument of content offerings to the work of social normalization. We state that art has become today a correlate of practices aimed at the good governance... (Complete abstact click electronic access below)-
Formato: dc.format158 f.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectFoulcault, Michel, 1926-1984-
Palavras-chave: dc.subjectArte inclusiva-
Palavras-chave: dc.subjectDireitos humanos e globalização-
Palavras-chave: dc.subjectDeficiencia mental-
Palavras-chave: dc.subjectHuman rights-
Título: dc.titleAs práticas artísticas como um princípio de governo das condutas humanas-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.