Atividade antimicrobiana de uma resina acrílica para base protética combinada a um polímero antimicrobiano sobre a formação de biofilme

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMarra, Juliê-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:58:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:58:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2011-05-20-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/105497-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/105497-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Reabilitação Oral - FOAR-
Descrição: dc.descriptionPor ser considerada um ambiente propício para proliferação de microrganismos bucais e formação de biofilme, possibilitando o aparecimento de estomatite protética, a adição de um polímero com ação antimicrobiana à resina acrílica poderia favorecer a saúde bucal do paciente edentado e torná-la menos suscetível à formação de biofilmes. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi avaliar a atividade antimicrobiana de uma resina acrílica termopolimerizável para base protética combinada ao polímero antimicrobiano poli(2 tert-butilaminoetil) metacrilato (PTBAEMA) sobre formação de biofilme de Staphyloccocus aureus, Streptococcus mutans e Candida albicans. Trinta espécimes de formato circular foram confeccionados a partir da resina acrílica termopolimerizável (Lucitone 550) e divididos em três grupos de acordo com as diferentes concentrações de PTBAEMA 0, 10 e 25%. Os espécimes foram inoculados e incubados a 37ºC por 48h. Após esse período, cada espécimes foi transferido para tubos contendo solução salina. Em seguida, foram realizadas diluições seriadas da suspensão resultante e alíquotas dessas diluições foram semeados em placas de Petri e incubadas a 37ºC por 48h. Os dados obtidos foram transformados em log(UFC+1)/ml e analisados pelos testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis (α=0,05). Os resultados demonstraram que o grupo contendo 25% de PTBAEMA inibiu completamente a formação de biofilme de S. aureus e S. mutans. Uma redução significativa na contagem de log(UFC+1)ml de S. aureus (P=0,001) e S. mutans (P=0,001) para o grupo contendo 10% de PTBAEMA foi observada quando comparada aos valores encontrados nos respectivos grupos controle. Para C. albicans não foi encontrada diferença significante entre grupos contendo PTBAEMA e o grupo controle (P=0,079). Conclui-se que a resina...-
Descrição: dc.descriptionDenture base acrylic resins have been shown to be reservoirs for microorganisms and are a potential to support the formation of biofilm, which may result in the development of denture stomatitis. Thus, the addition of a polymer with antimicrobial activity to the acrylic resin could inhibit biofilm growth on denture base. The aim of this study was to evaluate the antimicrobial activity of an acrylic resin combined with antimicrobial polymer poly (2-tertbutylaminoethyl) methacrylate (PTBAEMA) to inhibit biofilm formation of three species of microorganisms (Staphylococcus aureus, Streptococcus mutans and Candida albicans). Thirty discs of a heat-polymerized acrylic resin (Lucitone 550) were produced and divided into three groups, according to the concentration of PTBAEMA: 0% (control), 10% and 25%. The specimens were individually inoculated with appropriate media containing one of the tested microorganisms and incubated for 37ºC for 48h under aerobic or anaerobic conditions. After incubation, each specimen was transferred to sterile tube containing sterile distilled water. Replicate aliquots of resultant suspensions were plated at dilutions for 48h at 37ºC. After incubation, the mean microbial counts were expressed as log (CFU + 1)/mL and analyzed statistically with α=.05. The results showed that the group containing 25% of PTBAEMA completely inhibited biofilm formation of S. aureus and S. mutans. A significant reduction in count of log (CFU +1) ml of S. aureus (P=0.001) and S. mutans (P=0.001) was observed for the group containing 10% PTBAEMA when compared to respective control groups. For C. albicans, differences were not significant between groups containing PTBAEMA and control group (P=0.079). It was concluded that 10% and 25% of PTBAEMA showed, respectively, a bacteriostatic and bactericidal... (Complete abstract click electronic access below)-
Formato: dc.format103 f. : il. color.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectResinas acrilicas-
Palavras-chave: dc.subjectBiofilmes-
Palavras-chave: dc.subjectEstomatite sob prótese-
Palavras-chave: dc.subjectPrótese - Agentes antibacterianos-
Palavras-chave: dc.subjectAcrylic resins-
Palavras-chave: dc.subjectBiofilms-
Palavras-chave: dc.subjectDenture stomatitis-
Título: dc.titleAtividade antimicrobiana de uma resina acrílica para base protética combinada a um polímero antimicrobiano sobre a formação de biofilme-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.