Flutuação populacional e distribuição vertical de Brevicoryne brassicae (L.) (Hemiptera: Aphididae) em couve

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorCividanes, Francisco Jorge-
Autor(es): dc.creatorSantos, Durvalina M. Mathias dos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T16:32:04Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T16:32:04Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2014-05-20-
Data de envio: dc.date.issued2003-01-01-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S0006-87052003000100008-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/1053-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/1053-
Descrição: dc.descriptionO conhecimento da dinâmica populacional e da distribuição vertical de insetos pragas em plantas hospedeiras é fundamental para o desenvolvimento de programas de manejo integrado de pragas. No presente trabalho efetuou-se um levantamento populacional de formas ápteras do pulgão Brevicoryne brassicae (L.), visando determinar a época de maior densidade populacional e a distribuição vertical em plantas de couve, (Brassica oleracea L. var. acephala DC.), cultivadas em Jaboticabal, SP. O estudo foi realizado durante as safras de brássicas de 1998 e 1999, efetuando-se correção da acidez do solo por meio de aplicação de calcário apenas no campo utilizado em 1998. A amostragem dos pulgões foi feita visualmente em folhas classificadas em três categorias: apical, mediana e basal. Nas duas safras estudadas, a infestação de B. brassicae na couve atingiu a maior densidade populacional em setembro, diminuindo rapidamente a seguir. Nos dois campos não se observou a mesma distribuição de B. brassicae em folhas apicais, medianas e basais. Os fatores que podem ter contribuído para as diferenças observadas no padrão de distribuição do pulgão devem estar relacionados com a precipitação pluvial e o calcário magnesiano.-
Descrição: dc.descriptionThe knowledge of the population dynamics and vertical distribution of insect pests in host plants are fundamental for the development of programs of integrated pest management. In the present work, a population survey of apterous cabbage aphid, Brevicoryne brassicae (L.), was carried out aiming to determine the period when this aphid reachs the highest population density and the within-plant distributions on its common host, kale, Brassica oleracea L. var. acephala DC., cultivated in Jaboticabal, State of São Paulo. The study took place during the 1998 and 1999 Brassica seasons, and limestone treatment was only made in the field cultivated in 1998. The cabbage aphid was sampled by visual search on leaves classified in three categories: top, middle and basal. In the two studied seasons, the B. brassicae infestations reached the highest population density in September, decreasing quickly afterwards. In the two fields, the same distributions of B. brassicae was not observed on top, middle and basal leaves. The factors that might have contributed to the differences observed in that distribution pattern were rainfall and magnesium limestone.-
Formato: dc.format61-67-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherInstituto Agronômico de Campinas-
Relação: dc.relationBragantia-
Relação: dc.relation0,555-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectInsecta-
Palavras-chave: dc.subjectcabbage aphid-
Palavras-chave: dc.subjectlimestone-
Palavras-chave: dc.subjectBrassica oleracea-
Palavras-chave: dc.subjectInsecta-
Palavras-chave: dc.subjectPulgão-
Palavras-chave: dc.subjectCalcário-
Palavras-chave: dc.subjectBrassica oleracea-
Título: dc.titleFlutuação populacional e distribuição vertical de Brevicoryne brassicae (L.) (Hemiptera: Aphididae) em couve-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.