Proposição teórico-metodológica de uma cartografia geográfica crítica e sua aplicação no desenvolvimento do atlas da questão agrária brasileira

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorGirardi, Eduardo Paulon-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:57:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:57:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2008-09-18-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/105064-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/105064-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Geografia - FCT-
Descrição: dc.descriptionNo movimento de renovação da Geografia brasileira, a Geografia Crítica atuou questionando os princípios e práticas da Geografia Tradicional e da Geografia Pragmática frente aos problemas sociais e propôs uma leitura de mundo direcionada ao entendimento e resolução desses problemas. Contudo, a crítica radical às outras duas correntes fez com que a Geografia Crítica desconsiderasse suas contribuições, como por exemplo, o desenvolvimento no campo da Cartografia. Como o mapa era amplamente utilizado pelas correntes tradicionais e pragmáticas, ele também foi negligenciado pela corrente crítica. A Geografia Crítica confundiu a visão de mundo com os procedimentos metodológicos dessas correntes e com isso ignorou o potencial analítico e discursivo do mapa como inerente ao discurso...-
Descrição: dc.descriptionDuring the revisionist movement to renovate Brazilian Geography, the Critical Geography school questioned the principles and practices of Traditional and Pragmatic Geography, arguing that these schools were inadequate to the times and offering a reading of the world directed at the understanding and resolution of social problems. However, the radical critique of the two older currents caused the Critical Geography school to underestimate some useful contributions of these approaches such as Cartography. In fact, since maps were widely used by Traditional and Pragmatic Geography, Critical Geography tended to dismiss their utility. Critical Geography seemingly confused the worldview and methodology of these schools and thus ignored the analytical and discursive potential of maps as inherent to geographical language. As Critical Geography became predominant, maps became neglected in Brazilian... (Complete abstract click electronic access below)-
Formato: dc.format347 f. : il.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectGeografia-
Palavras-chave: dc.subjectMapas - Leitura-
Palavras-chave: dc.subjectCartografia-
Palavras-chave: dc.subjectMap-
Título: dc.titleProposição teórico-metodológica de uma cartografia geográfica crítica e sua aplicação no desenvolvimento do atlas da questão agrária brasileira-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.