Cicatrização de defeitos de deiscência periodontal associados ao aplainamento radicular tratados com enxerto de tecido conj untivo subepitelial ou membrana bioabsorvível: análise histológica e histométrica em cães

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMartins, Thiago Marchi-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:56:46Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:56:46Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2009-08-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/104712-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/104712-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Odontologia - FOA-
Descrição: dc.descriptionO objetivo do presente estudo foi avaliar histológica e histometricamente a cicatrização de defeitos de deiscência periodontal associados ao aplainamento radicular tratados com enxerto de tecido conjuntivo subepitelial (ETC) ou Membrana Bioabsorvível (MB), cada qual comparado ao tratamento com Retalho Posicionado Coronal (RPC). Foram utilizados 12 cães, divididos em dois grupos de 6. Defeitos de deiscência óssea (6x8 mm) e o aplainamento radicular foram realizados nos caninos superiores e os grupos divididos, seguindo um modelo de boca dividida de acordo com o tratamento. Os caninos esquerdos serviram como controle (RPC), onde o retalho foi somente posicionado coronalmente. Os caninos direitos receberam os tratamentos com ETC ou MB. Após 3 meses pósoperatórios os animais foram submetidos à eutanásia e os blocos processados para análise histológica e histométrica. Os parâmetros histométricos avaliados incluíram extensão de tecido epitelial (TE), extensão da nova inserção de tecido conjuntivo (NITC) e extensão da aposição de tecido conjuntivo (ATC), extensão de novo cemento (NC) e extensão de novo osso (NO). Histologicamente, o grupo MB mostrou significativamente maiores NC, NO e NITC (4.12±1.24; 2.44±0.78; 1.80±0.39, respectivamente) em comparação ao grupo RPC (1.04±0.43; 0.93±0.23; 0.71±0.45, respectivamente) (P<0.05) e significativamente menor ATC (0.29±0.33) comparado aos grupos RPC (2.79±1.74) e ETC (2.62±1.52) (P<0.05). A NITC no grupo ETC (0.71±0.36) foi significativamente menor, enquanto a ATC (2.62±1.52) e TE (1.70±0.53) foram significativamente maiores comparado ao grupo MB (1.80±0.39; 0.29±0.33; 1.00±0.35, respectivamente) (P<0.05). Dentro dos limites deste estudo, concluiuse que o grupo MB mostrou melhores resultados histológicos de nova inserção de tecido conjuntivo, formação de novo osso e novo cemento em relação aos grupos RPC e ETC.-
Descrição: dc.descriptionThe aim of the present study was to evaluate histologically and histometrically the healing of periodontal dehiscence defects associated to root planing treated with subepithelial connective tissue graft (CTG) or Bioabsorbable Membrane (BM), each one compared to the treatment with Coronally Positioned Flap (CPF). Twelve dogs were used, divided into two groups of six elements. Bone dehiscence defects (6x8 mm) and root planing were accomplished in the upper canine and the groups were divided, following a model of divided mouth according to the treatment used. Left canine were used as control (CPF), where the flap was only coronally positioned. Right canine received treatments with CTG or BM. After three postoperative months, the animals were euthanized and the blocks were processed for histological and histometrical analysis. The evaluated histometric parameters included lenght of epithelial tissue (TE), new attachment (NACT) and connective tissue aposition (CTA), new cementum (NC), and new bone (NB). Histologically, group BM showed significant higher values of NC, NO and NITC (4.12±1.24; 2.44±0.78; 1.80±0.39, respectively) in comparison to the group CPF (1.04±0.43; 0.93±0.23; 0.71±0.45, respectively) (P<0.05) and significant lower values of ATC (0.29±0.33) in comparison to the groups CPF (2.79±1.74) and CTG (2.62±1.52) (P<0.05). NITC in group CTG (0.71±0.36) was significantly lower, while ATC (2.62±1.52) and TE (1.70±0.53) were significantly higher in comparison to group BM (1.80±0.39; 0.29±0.33; 1.00±0.35, respectively) (P<0.05). Within the limits of this study, it can be concluded that group BM showed better histological results of connective tissue new attachment, new bone and new cementum formation in comparison to groups CPF and CTG.-
Formato: dc.format84 f. : il. + 1 CD-ROM-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectCicatrização de feridas-
Palavras-chave: dc.subjectTecido conjuntivo-
Palavras-chave: dc.subjectModelos animais-
Palavras-chave: dc.subjectRegeneração tecidual guiada-
Palavras-chave: dc.subjectTransplantes-
Palavras-chave: dc.subjectWound healing-
Palavras-chave: dc.subjectConnective tissue-
Palavras-chave: dc.subjectGuided tissue regeneration-
Palavras-chave: dc.subjectTransplants-
Palavras-chave: dc.subjectModels, Animal-
Título: dc.titleCicatrização de defeitos de deiscência periodontal associados ao aplainamento radicular tratados com enxerto de tecido conj untivo subepitelial ou membrana bioabsorvível: análise histológica e histométrica em cães-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.