Eventos em megacidades e a vulnerabilidade climática: o caso de São Paulo

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMoraes, Claudia Corrêa de Almeida-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:55:38Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:55:38Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2013-04-19-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/104421-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/104421-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Geografia - IGCE-
Descrição: dc.descriptionA vulnerabilidade da mudança do clima em megacidades e sua relação com o turismo de negócios e eventos na capital paulistana é o tema desta tese, cujo objetivo foi verificar como as atividades turísticas colaboram para esta vulnerabilidade e quais as ações dos setores público e privado em relação ao turismo que podem mitigar e adaptar os riscos decorrentes desta situação. Extensa análise de documentos internacionais e nacionais, por meio do método exploratóriodescritivo, possibilitou compreender a mobilidade no contexto contemporâneo, bem com as mudanças do clima, sua vulnerabilidade e a relação com o turismo. Foram realizados estudos da gestão ambiental das organizações e atividades dos setores de meio de hospedagem, transportes (aéreo e urbano) e eventos. Incluiu-se ainda estudos sobre as políticas públicas e análises sobre “ilhas de calor” nas principais atrações apontadas pelos visitantes na cidade de São Paulo - Avenida Paulista, Museu de Arte de São Paulo (MASP), Parque Ibirapuera, Mercado Municipal e Rua 25 de Março. Analisaram-se os dados e confirmaram-se, em parte, os pressupostos de que a atividade turística decorrente do turismo de eventos na megacidade de São Paulo mostrou-se de difícil mensuração por estar diretamente relacionada com as atividades dos moradores. As que puderam ter sua contribuição para a vulnerabilidade climática destacada revelaram emissão de gases de efeito estufa (GEE). Os estudos apontaram que o setor público e privado tem poucas políticas de mitigação e adaptação para tornar a megacidade mais resiliente. Verificou-se que com o provável aumento da vulnerabilidade climática nos próximos anos, se os cenários não alterarem em São Paulo, o turismo de eventos será afetado por causa do aumento das inundações, enchentes e da poluição do ar...-
Descrição: dc.descriptionVulnerability of climate change in mega cities and its relation to tourism of business and events in São Paulo’s capital is the theme of this thesis, which aims at verifying how tourism activities collaborate to this vulnerability and which actions of public and private sectors related to tourism may mitigate and adapt risks derived from this situation. An extensive analysis of national and international documents through exploratory-descriptive method has allowed the understanding of mobility within contemporary context as well as climate changes, their vulnerability and the relation to tourism. Studies have been taken on environmental management of organizations and activities of hotel, transport (air and urban) and events, including also studies on public policies and analysis about “islands of heat” in main attractions appointed by visitors in the city of São Paulo - Avenida Paulista, Museu de Arte de São Paulo (MASP), Parque Ibirapuera, Mercado Municipal and Rua 25 de Março. Data have been analyzed, which partially confirm assumptions that tourism activity derived from tourism of events in the mega city of São Paulo has been found difficult to measure once it is directly related to residents’ activities. Those that could be measured because of their contribution to climate vulnerability revealed amount of GEE emission. The studies pointed that public and private sectors have few policies of mitigation and adaptation to make the mega city more resilient. It has been found that with the likely increase of climate vulnerability over the next years, if scenarios do not change in São Paulo, tourism of events will be affected due to increase of floods, inundations and air pollution. It was considered that public and private sectors related to tourism and tourists and residents... (Complete abstract click electronic acess below)-
Formato: dc.format297 f. : il., fots., gráfs., mapas-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHuman geography-
Palavras-chave: dc.subjectGeografia humana-
Palavras-chave: dc.subjectMudanças climaticas-
Palavras-chave: dc.subjectTurismo-
Palavras-chave: dc.subjectPoliticas publicas-
Palavras-chave: dc.subjectSustentabilidade-
Palavras-chave: dc.subjectSão Paulo (SP)-
Título: dc.titleEventos em megacidades e a vulnerabilidade climática: o caso de São Paulo-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.