Ambientes e fluxos informacionais: modelo de diagnóstico de interfaces (DIFI) sob a ótica dos valores culturais

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorGarcia, Regis-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:52:32Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:52:32Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2012-09-28-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/103353-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/103353-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Ciência da Informação - FFC-
Descrição: dc.descriptionThis study presents, from a multidisciplinary theoretical basis, the proposal of the model of Diagnostic of Interferences on Informational Flows (DIIF). In summary, the model recognizes the individual as a cultural being in its relations with informational and organizational cultures in the context of the organizations. It highlights the culture values as the elements which tend to represent culture on a more objective way. It reviews the theories related to informational flows and brings contributions on critical approaches to the Mathematical Theory of Communication. Under the support of these references, it advances, discussing issues about the psychological implications involving stress, coping and the perception of the informational support, from the perspective of interferences in informational flows and of the incongruence between speech and practice under the cultural bias. The DIIF is based and structured into five dimensions: the Cultural Fit (CF); the Informational Values Shared (IVS); the Informational Flows Interference (IFI); the Informational Values Perceived (IVP); and the Psychological Implications (PI). The research question that guides this study is the possibility of developing and validating a diagnostic model, aiming to contribute that the actions of interferences in informational flows from the organizations be based on the preplanning and on the better understanding of individual perceptions. Preliminarily, the instrument was submitted to a pretest with 98 respondents and served to the purposes of validation and adjustments of its components from the use of factor analysis and of reability of scales. In the final implementation, the field research was adopted, applying a structured questionnaire with one opened question and some closed ones, in a sample of 3,299 individuals, from 107,000 undergraduated students from a... (Complete abstract click electronic access below)-
Descrição: dc.descriptionApresenta, a partir de uma fundamentação teórica multidisciplinar, a proposta do modelo de Diagnóstico de Interferências nos Fluxos Informacionais (DIFI). Em síntese, o modelo reconhece o indivíduo como um ser cultural em suas relações com as culturas organizacional e informacional no contexto das organizações. Destaca os valores culturais como os elementos propensos a representar, de forma mais objetiva, a cultura. Revisa as teorias relacionadas aos fluxos informacionais e traz as contribuições sobre abordagens críticas à Teoria Matemática da Comunicação. Sob a sustentação desses referenciais avança discutindo os assuntos relacionados às implicações psicológicas envolvendo o stress, o coping e a percepção de suporte informacional, sob a perspectiva das interferências nos fluxos informacionais e da incongruência discurso versus prática sob o viés cultural. O modelo DIFI é fundamentado e estruturado em cinco dimensões: a Cultural Fit (CF); a Informational Values Shared (IVS); a Informational Flows Interference (IFI); a Informational Values Perceived (IVP); e a Psychological Implications (PI). A questão de pesquisa que norteia o trabalho resume-se ao questionamento sobre a possibilidade do desenvolvimento e da validação de um modelo de diagnóstico, tendo como objetivo contribuir para que as ações de interferências nos fluxos informacionais emanadas das organizações sejam fundamentadas no planejamento prévio e na melhor compreensão das percepções individuais. Preliminarmente o instrumento foi submetido ao pré-teste que contou com 98 respondentes e serviu aos objetivos de validação e ajustes de seus componentes a partir da utilização da análise fatorial e de confiabilidade das escalas. Na aplicação definitiva a metodologia empregada é a pesquisa de campo, pela aplicação...-
Formato: dc.format365 f. il-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectCultura organizacional-
Palavras-chave: dc.subjectGerenciamento da informação-
Palavras-chave: dc.subjectCiência da informação-
Palavras-chave: dc.subjectCorporate culture-
Título: dc.titleAmbientes e fluxos informacionais: modelo de diagnóstico de interfaces (DIFI) sob a ótica dos valores culturais-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.