Colonização: táticas e estratégias da Companhia de Viação São Paulo Mato Grosso (1908-1960)

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorZiliani, José Carlos-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:51:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:51:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2010-02-25-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/103128-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/103128-
Descrição: dc.descriptionCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em História - FCLAS-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho busca analisar a primeira metade do século XX, período em que são implementados projetos de colonização dirigida, os quais fizeram parte dos dispositivos para a construção do Estado Nacional nos espaços dos sertões, considerados como espaços “vazios”. Num primeiro momento procura analisar os discursos que tiveram o papel de construir representações sobre os espaços dos sertões, dando-lhes visibilidade, de modo a convertê-los em espaços identificados e utilizáveis. O objeto privilegiado na pesquisa, para encontrar o funcionamento daqueles dispositivos, é uma companhia particular, a Companhia de Viação São Paulo Mato Grosso, que atuou e teve seus negócios no Oeste de São Paulo e Sul do Estado de Mato Grosso, entre os anos 1908, ano da criação da referida Companhia e o ano de 1960, quando seus projetos de colonização se estagnaram. A trajetória da Companhia está dividida em três períodos, destacando-se o terceiro por ser aquele em que os projetos de colonização efetivamente ocorreram, com a presença e participação de um personagem, que o tornou singular, o imigrante de origem tchecoslovaca Jan Antonin Bata, que transformou a Companhia na Organização Bata no Brasil. Os projetos de colonização incorporaram espaços do território brasileiro, espaços que antes eram considerados sertão inóspito, fazendo surgir dezenas de cidades naquelas regiões, bem como favorecendo sua integração à economia nacional, configurando-os como espaços do exercício do poder de controle do Estado Brasileiro. Como referenciais de apoio utilizaram-se aqueles do campo da História Cultural. A pesquisa conclui que partes significativas dos espaços do Oeste de São Paulo e da região Sul de Mato Grosso...-
Descrição: dc.descriptionThis work intents to analyze the first half of 20th century , period when projects of directed colonization was implemented, which had been part of the devices for the construction of the National State in the spaces of the remote interior, considered as “empty” spaces. At a first moment it searches to analyze the speeches that had the play of to build the representations about the spaces of the remote interior, giving to them visibility, in behavior to convert them into identified and usable spaces. The privileged object in the research, to find the functioning of those devices, was a particular company, the Companhia Viação São Paulo-Mato Grosso, that acted and had its businesses in the West of São Paulo and South of the State of Mato Grosso, between the years 1908, year of the creation of the related Company and the year of 1960, when its projects of colonization stagnated. The trajectory of the Company is divided in three periods, which the third one is the most important because in that one the colonization projects had effectively occurred, with the presence and participation, of a personage, who became it singular, the immigrant of Tchecoslovaca origin Jan Antonin Bata, who transformed the Company into the Bata do Brazil Organization. The settling projects had incorporated spaces of the brazilian territory, spaces that before were considered inhospitable hinterland, making to appear sets of ten of cities in those regions, as well as integrating them it the national economy, configuring them as spaces of the exercise of the power of control of the Brazilian State. As referential of support was used those of the area of Cultural History. The research concludes that significant parts of the spaces of the West of São Paulo... (Complete abstract click electronic access below)-
Formato: dc.format238 f. : il. + anexos-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHistória-
Palavras-chave: dc.subjectColonização-
Palavras-chave: dc.subjectTerritorio nacional-
Palavras-chave: dc.subjectImigrantes-
Palavras-chave: dc.subjectHistory-
Palavras-chave: dc.subjectColonization. eng-
Palavras-chave: dc.subjectNational Territory-
Palavras-chave: dc.subjectMiddlewest – Immigrants-
Palavras-chave: dc.subjectBata-
Título: dc.titleColonização: táticas e estratégias da Companhia de Viação São Paulo Mato Grosso (1908-1960)-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.