Extremo-oeste paranaense: história territorial, região, identidade e (re)ocupação

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorFreitag, Liliane da Costa-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:51:48Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:51:48Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2007-12-13-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/103090-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/103090-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em História - FCHS-
Descrição: dc.descriptionEste trabalho remete a processos de construção de atribuições identitárias tecidas em torno da região extremo - oeste paranaense, área situada na fronteira internacional entre Argentina Paraguai e Uruguai. Inclui-se nessa leitura, mecanismos de produção e também de reelaboração de sentidos ao regional através do trabalho de múltiplos agentes mediadores, desde o final do século XIX, estendendo-se até meados do século XX. Na abordagem, o regional é entendido enquanto territorialidade, expressão e materialização de traços culturais e identitários. Destaca-se, contudo, a região como um conceito em construção. Evidenciam-se ainda, nesse trabalho de criação, intensas transformações no traçado do espaço regional em questão. Considerado pelas autoridades Provinciais, desde o século XIX, vazio e impregnado pelo estrangeirismo, debruçaram-se no período, atributos tais como sertão abandonado e região magnífica. Tais representações ou referências simbólicas que combinadas com atributos forjados pelo século XX, serviram de suporte a elaboração de novas representações do regional. No período, o referido espaço transforma-se em paisagem social. Discursos acerca do regional no período propalam um novo arquivo de imagens para a região. Exaltamse o progresso desencadeado pela emergência de pequenas cidades nascidas de empreendimentos de colonização privados privado do trabalho de seus habitantes. No período a historiografia regional extremo-oeste paranaense, reveste-se como discurso autorizado servindo como importante mediador na cristalização do conceito extremo-oeste paranaense para as décadas de 1960 e imediatamente posteriores. A construção identitária do regional é evidenciada, contudo, como resultado de (re)significações. A trajetória desse trabalho, é construída em ações ou práticas inseparáveis de representações imagéticas...-
Descrição: dc.descriptionThis work remits to one of the constructions processes of a an international border region among Argentina, Paraguay and Uruguay. Refers to extreme west of Paraná and to the multiple processes of construction of its region. Analyzes the temporal space between the firstist decades of XX century and the posterior decades up to 1980, - fertile period in studies of local history. During this period the space mentioned suffers intense transformations in the tracing of his territory. Considered for the Provincial authorities, since XIX century , emptiness and impregnated of foreignism, (mainly Argentine and Paraguayan) over it were constructed diverses attributes of regionalist like to fishery of feras, abandoned sert, magnificent region Transformed in a productive space face to the process of (re)occupation of its territory, XX century will elaborate for this space other representations. Of empty land passes to be identified as merchandise land ahead of the politics of mercantile occupation traced by private capital colonizer in it installed. The secular space investigated includes the first decades of XX century and the posterior decades until to 1980, - fertile period in studies of local history. In elapsing of this period the space in question suffers transformations in the tracing from its territory. Thus, is demonstrated the formation of an images archive about the west of Paraná and in turn, on Paraná. To such a degree, the thesis puts back the problematic of the paranaenses territorial limits in the end of XIX century and the beginning of XX century and, the politics unfoldings, in the society and the regional historiography-
Formato: dc.format208 f. : il., mapas-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectHistoriografia - Paraná-
Palavras-chave: dc.subjectIdentidade-
Palavras-chave: dc.subjectParaná, Oeste - História-
Palavras-chave: dc.subjectRegião-
Palavras-chave: dc.subjectExtremo-oeste paranaense-
Palavras-chave: dc.subjectTerritório-
Palavras-chave: dc.subjectHistoriografia regional-
Palavras-chave: dc.subjectRegion-
Palavras-chave: dc.subjectExtreme west of Paraná-
Palavras-chave: dc.subjectRegional historiography-
Palavras-chave: dc.subjectTerritory-
Palavras-chave: dc.subjectIdentity-
Título: dc.titleExtremo-oeste paranaense: história territorial, região, identidade e (re)ocupação-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.