Análise proteômica em neurofibromatose tipo 1

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMarqui, Alessandra Bernadete Trovó de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-03-10T20:50:56Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-03-10T20:50:56Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2014-06-11-
Data de envio: dc.date.issued2005-10-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://hdl.handle.net/11449/102739-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/11449/102739-
Descrição: dc.descriptionFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)-
Descrição: dc.descriptionPós-graduação em Genética - IBILCE-
Descrição: dc.descriptionA Neurofibromatose Tipo 1 (NF1) é uma doença autossômica dominante causada por mutações no gene NF1, responsável pela síntese da proteína neurofibromina. Muitos estudos publicados sobre NF1 têm focado as alterações desse gene e de seu produto em indivíduos afetados, mas as análises de expressão protéica são escassas. No presente estudo, nós investigamos diferenças quantitativas e qualitativas da expressão de proteínas entre amostras de neurofibroma e pele adjacente histologicamente normal, utilizando abordagem proteômica. As proteínas de neurofibroma e pele normal foram separadas por eletroforese bidimensional (2-DE) e identificadas por peptide mass fingerprinting, utilizando espectrometria de massas por dessorção e ionização a laser auxiliada por matriz com base no tempo de vôo (MALDI-TOF). Cinco proteínas foram identificadas: a caspase 14 e a proteína de choque térmico 27/HSP 27, que exibiram expressão reduzida em neurofibromas; a imunoglobulina, a flavina redutase e a proteína de ligação a fosfatidiletanolamina/PEBP, com expressão elevada em neurofibromas. Do nosso conhecimento, este é o primeiro relato de análise comparativa de neurofibromas e pele normal de pacientes com neurofibromatose tipo 1. Das proteínas identificadas, a HSP27 e a PEBP estão conectadas com as vias de sinalização celular p21ras ou cAMP, também relacionadas com a atuação da neurofibromina. A caspase 14 não exibe um elo conhecido com essas cascatas e tal fato pode abrir novos caminhos para o estudo da neurofibromatose. Estudos adicionais ainda são necessários para elucidar o papel dessas proteínas no desenvolvimento da neurofibromatose. Nosso estudo é um passo inicial na descoberta de mecanismos moleculares desta doença e mostra o valor da utilização da análise proteômica na identificação de novos parceiros da neurofibromina relacionados com o desenvolvimento da NF1.-
Descrição: dc.descriptionNeurofibromatosis Type 1 (NF1) is a common autosomal dominant disorder caused by mutations in the NF1 gene. Many of the studies published on NF1 have focused attention on the gene level, but protein expression analyses are scarce. In the present study, we investigated quantitative and qualitative differences in neurofibroma and histologically normal surrounding skin protein expression of NF1 patients, using a proteomic approach. Proteins from neurofibroma and normal skin were separated by two-dimensional electrophoresis (2-DE) and identified by peptide mass fingerprinting, using matrix-assisted laser desorption/ionization time-of-flight mass spectrometry (MALDI-TOF). Five proteins were identified: caspase 14 and heat shock protein 27 kDa protein/HSP 27 (downregulated in neurofibroma), immunoglobulin, flavin reductase and phosphatidylethanolamine binding protein/PEBP (upregulated in neurofibroma). To our knowledge, this is the first report of a comparative analysis of neurofibromas and normal skin from neurofibromatosis type 1 patients. Of the proteins identified, HSP27 and PEBP have a connection with p21ras or cAMP signaling. Caspase 14 has no known link with these pathways and may open a new avenue for studying neurofibromatosis. Further studies are still needed to elucidate the actual roles of the differentially expressed proteins. Our work is an initial step toward uncovering the molecular mechanism of this disease and shows the value of using proteomic analysis to identify novel partners of neurofibromin related to the development of NF1.-
Formato: dc.format118 f. : il.-
Idioma: dc.languagept_BR-
Publicador: dc.publisherUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectDoenças hereditarias-
Palavras-chave: dc.subjectNeurofibromatose tipo 1-
Palavras-chave: dc.subjectNeurofibroma-
Palavras-chave: dc.subjectProteômica-
Palavras-chave: dc.subjectNeurofibromatosis type 1-
Título: dc.titleAnálise proteômica em neurofibromatose tipo 1-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.