Previsão do lucro contábil e do fluxo de caixa : análise por meio do Modelo Random Walk

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorLustosa, Paulo Roberto Barbosa-
Autor(es): dc.creatorRibeiro, Virgínia Maria Azevedo Lima-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:38:54Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:38:54Z-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-04-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-04-
Data de envio: dc.date.issued2009-12-04-
Data de envio: dc.date.issued2006-12-07-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/2507-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/636648-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Economia, 2006.-
Descrição: dc.descriptionEstudos que avaliam a eficácia de algumas variáveis contábeis para fazer previsões de fluxos futuros de empresas com ações negociadas em bolsa têm adquirido relevância na literatura contábil e se constituído importante instrumento de avaliação da melhor forma de utilizar a informação contábil. Em recente pesquisa, Lev et al (2005), utilizando a técnica de projeção externa à amostra para períodos anuais, revelou que o fluxo de caixa das operações supera o lucro contábil ou se equivale a este nas projeções de quatro variáveis (Fluxo de Caixa das Operações, Fluxo de Caixa Livre, Lucro Operacional e Lucro Líquido) para períodos futuros de um ano, dois anos, e dois e três anos acumulados. Lustosa (2006), replicou a pesquisa de Lev et al (2005) para empresas listadas no mercado de capitais brasileiro e chegou a conclusões bastante semelhantes. O presente estudo avança no estudo de Lustosa (2006), avaliando, mediante utilização de um outro modelo de previsão (Random Walk), a eficácia da projeção das mesmas medidas, para um e dois anos à frente. Para permitir melhor comparação dos estudos, foi utilizada neste trabalho a mesma amostra de empresas de Lustosa (2006). O objetivo da pesquisa foi confirmar ou não os resultados obtidos naquele estudo. Para isso, foram realizadas previsões de quatro variáveis (1) Fluxo de Caixa das Operações, 2) Fluxos de Caixa Livre, 3) Lucro Líquido e 4) Lucro Operacional). As previsões das quatro variáveis foram feitas partindo-se de três variáveis contábeis, com o objetivo de verificar qual delas tem melhor capacidade de efetuar previsões. As variáveis testadas foram: 1) Fluxo de Caixa das Operações isolado, 2) Lucro Líquido e 3) Fluxo de Caixa das Operações em conjunto com os accruals de curto prazo. Os resultados obtidos não confirmam integralmente os resultados obtidos no estudo de Lustosa (2006). A análise dos desvios médios absolutos (DMA) dos erros de previsão mostram que os erros a partir do Lucro Líquido são menores do que os erros das previsões efetuadas a partir do Fluxo de Caixa das Operações isolado e em conjunto com os accruals. No entanto, pela realização do teste t, observou-se que de um modo geral os desvios médios absolutos dos erros de previsão das três variáveis dependentes não são estatisticamente diferentes, de modo que não se pode concluir – com base neste estudo - sobre a melhor capacidade preditiva do Lucro Líquido em relação ao Fluxo de Caixa Operacional. As exceções ocorreram nas previsões do Lucro Líquido, para um e dois anos à frente, e nas previsões do Fluxo de Caixa Livre, para um ano à frente. Nesses casos, o presente estudo permite concluir, com base na aplicação do modelo random walk, na forma como foi adotado nesta pesquisa, sobre a maior eficácia do Lucro Líquido para fazer previsões, comparativamente ao Fluxo de Caixa Operacional isolado ou em conjunto com os accruals. A análise das medianas dos erros de previsão e da correlação existente entre as estimativas e os valores reais das variáveis corroboraram de um modo geral os resultados das análises pelos desvios médios absolutos dos erros. Pelos resultados obtidos neste estudo observou-se ainda que a inclusão dos accruals não melhora as previsões efetuadas a partir do Fluxo Operacional isolado. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionStudies that evaluate the efficiency of some accounting variables in order to estimate future cash flows of publicly traded companies have acquired relevance in the accocunting literature and have become an important evalutation tool of the best way to use accounting information. In a recent research, Lev et al (2005), by making use of the out-of-sample predictions of future enterprise for annual periods, revealed that the operational cash flow surpasses accounting profit or is equal to this last one in forecats of four variables (operational cash flow, free cash flow, operational profit and net income) for future periods of one year, two years, and two and three accumulated years. Lustosa (2006) did the Lev et al (2005) research over for publicly traded Brazilian companies, and arrived at very similar conclusions. The present study advances the Lustosa (2006) research by evaluating, by using another prediction model (Random Walk), the efficiency of the prediciton of the same measurements, for one and two years ahead. To better compare the studies, this study uses the same sample of companies used by Lustosa (2006). The objective of the research was to confirm or not the results obtained in that study. In order to do so, four variables were predicted: (1) operational cash flow, (2) free cash flow, (3) net income and (4) operational income. Prediction of the four variables were made on the basis of four accounting variables with the objective to verify which one of them had the best capacity to carry out predictions. The variables tested were: 1) isolated operational cash flow, 2) net income and 3) operational cah flow in conjunction with the short term accruals. The results obtained did not confirm integrally the results arrived at by Lustosa (2006). The analysis of absolute average deviations (AMD) of prediction mistakes show that errors derived from the net income are smaller than those from the isolated operational cash flow and in conjuction with accruals. Nevertheless, a t test it was observed that in general absolute average deviations relatied to prediction errors for the three dependent variables are not statistically different, in such a that way that it is not possible to conclude – on the basis of this study – for the best predictive capacity of net income in relation to the operational cash flow. Exections occur in the predictions related to net income, for one and two years ahead, and in predictions of free cash flow for one year ahed. In such cases, the present study allow us to conclude, on the basis of the application of the random walk model, as adopted in this research, on the greater efficency of net income to make predictions, as compared to the isolated operational cash flow in conjuction with accruals. Median analysis of prediction erros and of the correlations existign between estimates and actual values for the variables confirm in a general way the results of the analysis by means of the average absolute deviations of errors. From the results obtained in this study it was observed furthermore that the inclusion of accruals do not improve predictions effected from the isolated operational cash flow.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectEmpresas-
Palavras-chave: dc.subjectFinanças-
Palavras-chave: dc.subjectContabilidade-
Palavras-chave: dc.subjectLucro-
Palavras-chave: dc.subjectFluxo de caixa-
Título: dc.titlePrevisão do lucro contábil e do fluxo de caixa : análise por meio do Modelo Random Walk-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.