De vocação para profissão : sindicalismo docente da educação básica no Brasil

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorRêses, Erlando da Silva-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:38:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:38:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-03-31-
Data de envio: dc.date.issued2016-03-31-
Data de envio: dc.date.issued2015-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/19816-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/636362-
Descrição: dc.descriptionO livro apresenta a seguinte divisão e abordagem: No capítulo 1, denominado “A Singularidade do Trabalho Não Material do Docente e a Posição de Classe do Professor”, fez-se uma discussão sobre a identidade social do professor, a temática da proletarização docente e do trabalho por vocação, com o objetivo de averiguar a caracterização ou as caracterizações que a profissão de professor recebe ou se autoatribui e em que posição de classe ele se define. No capítulo 2, sob a designação de “Associativismo Docente no Brasil”, realiza-se uma discussão sobre associativismo e perspectiva sindical docente no Brasil. Entende-se que a forma clássica do sindicalismo é precedida de formas de associativismo mais embrionário. No capítulo 3, denominado “O Sindicalismo Docente na Educação Básica do Rio de Janeiro”, destaca-se a tessitura social, política, econômica e educacional do Rio de Janeiro nos últimos momentos do período monárquico até as primeiras décadas do período republicano. O objetivo é compreender a conjuntura da época, as mobilizações do movimento operário e a situação da educação básica para situar o tempo e o espaço social de possibilidade ou não de estruturação de uma organização sindical docente. Nos capítulos 4, discutem-se os pressupostos metodológicos do trabalho de campo, da técnica de análise e os resultados da pesquisa. Uma produção que pretenda dar conta do panorama sociohistórico do sindicalismo docente terá de focar a produção existente, sistematizando-a em perspectiva histórica para estabelecer as conexões que estruturam a existência daquele. Uma estratégia metodológica de pesquisa, aqui empreendida, foi obter fontes primárias e apreender os seus elementos relevantes. Assim foram coletadas informações a partir de: entrevistas; documentos dos sindicatos, como boletins, informativos, atas, estatutos; jornais e revistas. Estes materiais se reportavam mais especificamente a um dos períodos analisados na pesquisa: segunda metade do século XIX e primeiras décadas do século XX.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Publicador: dc.publisherParalelo 15-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsAutorização concedida ao Repositório Institucional da Universidade de Brasília (RIUnB) pelo autor, com os seguintes termos: disponível sob Licença Creative Commons 4.0 International, que permite copiar, distribuir e transmitir o trabalho, desde que seja citado o autor e licenciante. Não permite o uso para fins comerciais nem a adaptação desta.-
Palavras-chave: dc.subjectSindicalismo - professores-
Palavras-chave: dc.subjectSindicalismo - educação-
Palavras-chave: dc.subjectIdentidade profissional-
Palavras-chave: dc.subjectEducação básica-
Título: dc.titleDe vocação para profissão : sindicalismo docente da educação básica no Brasil-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.