Ayahuasca : potencial terapêutico na dependência ao álcool e atividade neural da proteína cFOS em modelo experimental

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorCaldas, Eloísa Dutra-
Autor(es): dc.contributorMortari, Márcia Renata-
Autor(es): dc.creatorNolli, Luciana Marangni-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:36:57Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:36:57Z-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-13-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-13-
Data de envio: dc.date.issued2019-03-13-
Data de envio: dc.date.issued2018-07-31-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/34164-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/635867-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas, 2018.-
Descrição: dc.descriptionAs opções farmacológicas para o tratamento do alcoolismo possuem limitações, e estudos em humanos têm mostrado ser a ayahuasca, uma bebida psicoativa ancestral de uso religioso/ritualístico com ação serotoninérgica, uma possível opção terapêutica. Os objetivos deste estudo foram avaliar o impacto da ayahuasca no consumo de álcool por ratos Wistar que consumiram álcool durante 8 semanas segundo o protocolo IA2BC (intermittent access to 2-botttle choice), avaliar a expressão da proteína cFos e substância Nissl em regiões cerebrais relevantes no processo de dependência e o comportamento dos animais nos testes de campo aberto e labirinto em cruz elevado. Na 8o semana do protocolo IA2BC, os ratos foram divididos em 5 grupos de 12 animais e tratados por 5 dias com H2O (controle), naltrexona, um antagonista opioide utilizado no tratamento da dependência, ou com ayahuasca (Aya) nas doses 0,5, 1 e 2 X a dose ritualística. Um grupo sadio (n=4) não exposto ao álcool foi sacrificado na 7º semana e os outros grupos 18 dias depois do tratamento. O tratamento com naltrexona ou ayahuasca não diminuíram o consumo de álcool com relação à linha de base (7º. Semana), mas o consumo foi menor no grupo naltrexona em relação ao grupo H2O. A exposição ao álcool aumentou a expressão da cFos em todas as áreas cerebrais, de maneira significante principalmente no cortex medial pré-frontal e núcleo accumbens. Com relação ao grupo controle H2O, a cFos foi signficativamente menor no cortex medial pré-frontal para o grupo Aya0,5. O tratamento com naltrexona aumentou signficativamente a expressão de cFos no núcleo accumbens e estriado em relação ao grupo controle. A exposição ao álcool aumentou a densidade de corpusculos de Nissl nas regiões neurais investigadas para os grupos H2O, naltrexona e Aya2, grupos que também apresentaram aumento do peso do cérebro em relação ao grupo sadio. O tratamento com a naltrexona ou ayahuasca não tiveram impacto significativo no comportamento dos ratos expostos ao álcool nos testes comportamentais. O potencial da ayahuasca no tratamento da dependência ao álcool deve ser melhor investigado utilizando outros protocolos de exposição e tratamento. Adicionalmente, o aumento da expressão da cFos no estriado e núcleo accumbens em animais tratados com naltrexona (significativo) e ayahuasca não era esperado, e demanda estudos futuros.-
Descrição: dc.descriptionFundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF).-
Descrição: dc.descriptionPharmacological options to treat alcohol addiction are limited, and human studies have demonstrated that ayahuasca, an ancestral infusion with serotoninergic action used in religious ceremonies, has a potential use in the treatment. The objectives of this studies were to evaluate the effect of ayahuasca treatment on alcohol consumption of Wistar rats exposed to alcohol during 8 weeks according to the IA2BC protocol (intermittent access to 2-bottle choice), evaluate the cFos expression and Nissl substance in neural areas relevant to chemical addiction, and the animal behavior in the open field and elevated plus-maze tests. On the 8th week of the IA2BC protocol, the animals were divided in 5 groups of 12 animals and treated daily for 5 days with H2O, naltrexone, an opioid antagonist used to treat alcohol addiction, and ayahuasca (Aya) at the 0.5, 1 or 2x the religious doses. A naïve group (n=4) not exposed to alcohol was sacrificed at the end of the 7th week and the other groups 18 hours after the last treatment. Treatment with either naltrexone or ayahuasca did not decrease the alcohol consumption compared to the baseline (7th week), but the consumption in naltrexone treated rats was significantly lower compared to the H2O group. Exposure to alcohol increase cFos expression in all regions, an increase that was significant mainly in the medial orbital cortex and accumbens nu, core regions. cFos was significantly lower in the Aya0.5 group compared with the H2O group in the medial orbital cortex. There was a significant increase in the cFos in the accumbens nu core and striatum for the naltrexone group. The exposure to alcohol increased the number of Nissl substance in the H2O, naltrexone and Aya2 groups, which also showed an increased brain weight compared to the naïve group. Treatment with naltrexone or ayahuasca did not have significant impact on the behavior of the animals in both tests. The potential of ayahuasca treatment on alcohol addiction/consumption needs to be further investigated using other treatment protocols. In addition, the increase of cFos in the accumbens nu core and striatum in rats treated with naltrexone (significant) or ayahuasca was not expected and also requires further investigation.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectAyahuasca (bebida psicoativa)-
Palavras-chave: dc.subjectPsicofarmacologia-
Palavras-chave: dc.subjectAlcoolismo - tratamento-
Palavras-chave: dc.subjectAlcoolismo-
Palavras-chave: dc.subjectNeurofarmacologia-
Título: dc.titleAyahuasca : potencial terapêutico na dependência ao álcool e atividade neural da proteína cFOS em modelo experimental-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.