Violência e paz : construção de conceitos, valores e posicionamentos de oficiais da polícia militar

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBranco, Angela Maria Cristina Uchôa de Abreu-
Autor(es): dc.creatorMoreira, Letícia de Sousa-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:30:06Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:30:06Z-
Data de envio: dc.date.issued2016-04-15-
Data de envio: dc.date.issued2016-04-15-
Data de envio: dc.date.issued2016-04-15-
Data de envio: dc.date.issued2016-03-04-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/19948-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/633201-
Descrição: dc.descriptionTese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Psicologia Escolar e do Desenvolvimento, Programa de Pós-Graduação em Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde, 2016.-
Descrição: dc.descriptionQuestões que envolvem paz e violência, para serem analisadas e discutidas, exigem investigar os complexos processos de construção desses dois conceitos, sobretudo se considerarmos que seus significados estão profundamente enraizados nas dimensões histórico-cultural e psicológica dos fenômenos sociais. Estudar e refletir sobre tais fenômenos tem sido objeto de estudo constante, sobretudo no âmbito das ciências sociais e, mais recentemente, da psicologia. A partir da perspectiva teórico-metodológica da Psicologia Cultural, propomos uma visão de sujeito que se transforma constantemente em interação com o contexto histórico-cultural que também se desenvolve, compreendendo que a ação humana é fruto dessas interações. Consideramos paz e violência como conceitos complexos e complementares, diretamente relacionados aos valores humanos, os quais surgem de práticas culturais de acordo com um processo dinâmico de mútua constituição. A construção e o desenvolvimento de valores relacionados à paz e à violência no contexto da instituição militar, e o papel da cultura nesse processo, é o foco da presente pesquisa, a qual se insere na perspectiva de possíveis transformações no contexto social. Considerando o contexto sócio-histórico cultural da Polícia Militar do Estado X, este estudo objetivou analisar e compreender os múltiplos componentes dos conceitos de violência, sua prevenção, e a promoção da Cultura de Paz apresentados por policiais militares. A metodologia utilizada foi qualitativa, sendo realizadas entrevistas individuais semi-estruturadas e grupos focais, onde os indicadores empíricos foram construídos ao longo do processo de interação pesquisador-pesquisado. Do total de entrevistas, foram selecionadas três entrevistas individuais com os Cadetes (alunos do Curso de Formação de Oficiais - CFO) e três com os Tenentes (Oficiais com dois anos de formados), sendo em cada grupo dois homens e uma mulher. Em seguida, foi realizada uma sessão de grupo focal com cada grupo, e uma entrevista individual com o coordenador e uma instrutora do CFO. O procedimento de análise seguiu o modelo construtivo-interpretativo. A partir dos resultados obtidos verificou-se que os participantes, de maneira geral, apresentaram conceitos e explicações pouco aprofundadas e de senso-comum sobre paz e violência. Os participantes afirmam que o curso de formação da PM orienta bem os alunos em relação à temática da violência, porém admitem que as práticas da PM envolvem violência e mais repressão que prevenção. Os participantes apresentaram posicionamentos críticos em relação a alguns valores da cultura militar, identificando a hierarquia como algo bom, porém, mal utilizado por alguns superiores. Eles também apontaram para alguns aspectos contraditórios da formação, como a promoção da competição e a expectativa da lealdade. Houve mobilização afetiva a partir das imagens e vídeo utilizados no método, envolvendo violência policial e contra o policial, o que favoreceu a identificação de seus posicionamentos em relação ao tema investigado. O trabalho permitiu, portanto, identificar e analisar os processos ligados a sociogênese dos valores humanos, podendo contribuir para uma discussão ampla que possibilite o envolvimento da Polícia Militar como instituição promotora da Cultura de Paz no contexto da sociedade com o intuito de dar início à elaboração e implantação de programas de formação para construção da cultura da paz no âmbito da Polícia Militar. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionTo analyze and discuss issues involving violence and peace we need to investigate the complex processes participating of the construction of the two concepts. Particularly when we consider their meanings deeply rooted in historical cultural and psychological dimensions of social phenomena. To study and reflect upon such phenomena is a permanent endeavor of social sciences and, more recently, of psychology. From a Cultural Psychology theoretical-methodological perspective, we claim that human subjects continuously transform as they interact with the also developing historical-cultural context, and human conducts results from such interactions. Peace and violence are complementary and complex concepts, directly related to human values, and they emerge from cultural practices according to a dynamic process of mutual constitution. The construction and development of values related to peace and violence within the context of military institution, and the role played by culture in this process, is the aim of this research, which endorse the possibility of social contexts transformations. Taking into account the cultural socio-historical context of the Military Police of the State X, the study focused on the analysis an understanding of the multiple components found in the definition of violence, its prevention and the promotion of a culture of peace among the militaries. A qualitative methodology included semi-structured individual interviews and focal groups, in order to provide empirical indicators constructed in the interactions between the researcher and the participants. From the individual interviews, three of the cadets’ (students of the Military Police Academy), and three of the lieutenants’ (with two years of graduation) were selected for analysis, in both cases two men and one woman. After, a focal group session was conducted with each group, and individual interviews were carried out with a teacher and the coordinator of the Academy. From an interpretative-constructive analytical approach, we verified that participants, in general, produced superficial and common sense concepts and explanations about violence and peace. They affirmed the Academy course well prepare them regarding the topic of violence, but also agree that Military Police practices involve violence, and, according to them, repression dominates over prevention. Cadets and lieutenants presented a critical appraisal concerning some of the military culture values, and identified hierarchy as something good that can be ill-used by superiors. The identified contradictory aspects in the military education, giving as example the promotion of competition in contrast with expectations of loyalty. The photos and videos used in the method, depicting violence by, or directed to, militaries, stirred emotions that helped to identify their positionings regarding the investigated topics. In sum, the research was able to identify and analyze sociogenetic processes promoting human values, and, therefore, contribute to discussions that may allow for changes in the Military Police. If so, it can actively sponsor practices conducive to a Culture of Peace in society, such as the elaboration and implementation of educational programs aiming at the construction of a peace culture within the Military Police.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectPaz-
Palavras-chave: dc.subjectViolência-
Palavras-chave: dc.subjectCultura-
Palavras-chave: dc.subjectValores-
Palavras-chave: dc.subjectPolícia militar-
Título: dc.titleViolência e paz : construção de conceitos, valores e posicionamentos de oficiais da polícia militar-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.