Fitossociologia de um fragmento de cerrado sensu stricto na APA do Paranoá, DF, Brasil

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.creatorAssunção, Sérgio Lelis-
Autor(es): dc.creatorFelfili, Jeanine Maria-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:28:47Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:28:47Z-
Data de envio: dc.date.issued2012-05-02-
Data de envio: dc.date.issued2012-05-02-
Data de envio: dc.date.issued2004-10-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/10364-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/632680-
Descrição: dc.descriptionEste estudo foi conduzido no Distrito Federal, no Centro Olímpico da Universidade de Brasília. O local é um dos poucos remanescentes de vegetação natural noperímetro urbano de Brasília. O objetivo do trabalho foi estudar a composição florística e a fitossociologia do cerrado sensu stricto,visando obter subsídios para um plano de conservação da área. Foram alocadas aleatoriamente dez parcelas de 20×50m (1.000m2). Foram incluídos na amostragem todos os troncos com diâmetro maior ou igual a 5cm, obtidos a 30cm do solo. Foram amostradas 54 espécies distribuídas em 44 gêneros e 30 famílias. A família Leguminosae apresentou o maior número de espécies (9), seguida da Malpighiaceae (4)e Vochysiaseae (4). As espécies com maior Índice do Valor de Importância foram Stryphnodendron adstringens (Mart.) Coville, Styraxferrugineus Nees & Mart., Ouratea hexasperma (A. St.-Hill.), Caryocar brasiliense Cambess. e Kielmeyera coriacea (Spreng.) Mart. Oíndice de Shannon (H’= 3,41) comprovou a alta diversidade da área. A densidade foi de 882 árvores por hectare e a área basal de 9,53m2/ha.-
Descrição: dc.descriptionThis study was conducted in a remnant of cerrado sensu stricto at the Olimpic Center of the University of Brasília, at the Paranoá Environmental Protection Area - DF. The site is one of the few remnants of natural vegetation within the urban perimeter of Brasília. The objective was to investigate the floristic composition and the phytosociology of the cerrado sensu stricto to gather information for a conservation plan.Ten 20×50m (1,000m2) plots were ramdonly located and all woody individuals with dbh equal or greater than 5cm at 30cm from groundlevel were identified and measured. A total of 54 species in 44 genera and 30 families were found at the site. Leguminosae had the mostspecies (9), followed by Malpighiaceae (4) and Vochysiaseae (4). The highest importance values were for Stryphnodendron adstringens(Mart.) Coville, Styrax ferrugineus Nees & Mart., Ouratea hexasperma (A. St.-Hill.), Caryocar brasiliense Cambess. and Kielmeyeracoriacea (Spreng.) Mart. Shannon index (H’=3.41) suggests high diversity. Community density was 822 trees per ha with basal area of 9.53m2.ha-1-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Publicador: dc.publisherSociedade Botânica do Brasil-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsActa Botanica Brasilica - Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons.(Attribution-NonCommercial 3.0 Unported (CC BY-NC 3.0)). Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_serial&pid=0102-3306&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 26 abr. 2012.-
Palavras-chave: dc.subjectDiversidade biológica-
Palavras-chave: dc.subjectComunidades vegetais-
Palavras-chave: dc.subjectCerrados-
Título: dc.titleFitossociologia de um fragmento de cerrado sensu stricto na APA do Paranoá, DF, Brasil-
Título: dc.titlePhytosociology of a cerrado sensu stricto fragment at the Paranoá environmental protection area, DF, Brazil-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.