Parâmetros biológicos de Elaphria agrotina (Guenée, 1852) (Lepidoptera : Noctuidae) e sua distribuição espaço temporal no Brasil

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorSpecht, Alexandre-
Autor(es): dc.contributorVieira, Ludgero Cardoso Galli-
Autor(es): dc.creatorOtanásio, Pollyanna Nunes de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:16:43Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:16:43Z-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-21-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-21-
Data de envio: dc.date.issued2018-05-21-
Data de envio: dc.date.issued2017-07-26-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/31931-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/627755-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, 2017.-
Descrição: dc.descriptionA ocorrência de lagartas e mariposas pertecentes a Noctuidae (Lepidoptera) pode variar de acordo com as condições ambientais e recursos disponíveis. Algumas dessas espécies possuem ampla distribuição geográfica, grande capacidade de dispersão e suas lagartas elevado potencial para ocasionar danos econômicos a uma ou mais culturas. Tais características são relatadas em um número crescente de estudos relacionados com a ecologia e biologia desses insetos. Elaphria agrotina (Guenée, 1852) passou a ocasionar prejuízos nos últimos anos, devido principalmente ao seu comportamento em campo. Enquanto a maioria das lagartas dos noctuídeos se alimentam de culturas na fase vegetativa e reprodutiva, os estágios imaturos de E. agrotina apresentam preferência por estruturas vegetais secas, em laboratório, essa espécie demonstrou melhor desempenho em dieta artificial rica em carboidratos. Ressalta-se que E. agrotina é uma espécie pequena, porém, mesmo em dieta artificial mais adequada, teve desenvolvimento lento quando comparado ao de outros noctuídeos com o dobro do seu tamanho. Outro aspecto curioso do desenvolvimento de E. agrotina é que quando criada em dieta considerada menos adequada, as lagartas apresentam uma redução no número de instares larvais, situação contrária aos lepidópteros, que aumentam o número de instares. Verificou-se ainda a ocorrência concomitante de E. agrotina em distintos locais do Brasil, com diferentes tipos de cobertura vegetal, isso demonstra a sua plasticidade biológica em ocupar ambientes nativos e antropizados. Notou-se uma associação entre os picos populacionais da espécie com o início das épocas mais secas e/ou de final de ciclo das culturas, quando há maior disponibilidade de material vegetal seco. Ressalta-se que o número de mariposas coletadas se correlacionou mais com as variáveis climáticas medidas 35 e 50 dias antes das coletas, o que corresponde às condições em que os imaturos estavam em campo.-
Descrição: dc.descriptionFundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP - DF).-
Descrição: dc.descriptionThe occurrence of caterpillars and moths pertaining to Noctuidae (Lepidoptera) may vary according to the environmental conditions and available resources. Some of these species have wide geographic distribution, great dispersal capacity and their caterpillars high potential to cause economic damage to one or more crops. Such characteristics are reported in a growing number of studies related to the ecology and biology of these insects. Elaphria agrotina (Guenée, 1852) has caused losses in recent years, mainly due to its behavior in the field. While the majority of noctuidae caterpillars feed on vegetative and reproductive phases, the immature stages of E. agrotina show a preference for dry plant structures. In the laboratory, this species demonstrated a better performance in an artificial diet rich in carbohydrates. It is emphasized that E. agrotina is a small species, but even in a more adequate artificial diet, it had slow development when compared to other noctuids with twice its size. Another curious aspect of the development of E. agrotina is that when grown on a diet considered less adequate, caterpillars present a reduction in the number of larval instars, a situation contrary to lepidoptera, which increase the number of instars. The concomitant occurrence of E. agrotina was also observed in different locations of Brazil, with different types of vegetation cover, this demonstrates its biological plasticity in occupying native and anthropized environments. An association was observed between the population peaks of the species with the beginning of the driest seasons and / or the end of the crop cycle, when there is greater availability of dry plant material. It should be noted that the number of moths collected correlated more with the climatic variables measured 35 and 50 days before collection, which corresponds to the conditions in which the immature were in the field.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectFlutuação populacional-
Palavras-chave: dc.subjectLagarta-
Palavras-chave: dc.subjectDistribuição geográfica-
Palavras-chave: dc.subjectMariposa-
Título: dc.titleParâmetros biológicos de Elaphria agrotina (Guenée, 1852) (Lepidoptera : Noctuidae) e sua distribuição espaço temporal no Brasil-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.