Variação temporal da decomposição de detritos foliares em córregos de cabeceira no cerrado

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorGonçalves Júnior, José Francisco-
Autor(es): dc.creatorBezerra, Fernanda de Araújo-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T18:07:44Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T18:07:44Z-
Data de envio: dc.date.issued2012-11-20-
Data de envio: dc.date.issued2012-11-20-
Data de envio: dc.date.issued2012-11-20-
Data de envio: dc.date.issued2012-08-09-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/11637-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/624166-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2012.-
Descrição: dc.descriptionNos córregos de cabeceira, devido à baixa produtividade primária, os detritos foliares alóctones são a principal fonte de energia. Através do processo de decomposição dessa matéria orgânica ocorre a transferência de energia e nutrientes da vegetação ripária para teias tróficas aquáticas. Este processo é influenciado por fatores bióticos e abióticos, que por sua vez são afetados por variações temporais associadas ao clima. Sendo assim foram formuladas as seguintes hipóteses: 1-o maior aporte de matéria orgânica ocorrerá no final do período de seca; 2- as maiores perdas de massa ocorrerão durante os meses do período chuvoso. Este estudo teve como objetivo avaliar o efeito da variação temporal no aporte de matéria orgânica e no processamento dos detritos foliares provenientes desse aporte em córregos de cabeceira do Cerrado. O experimento ocorreu entre setembro de 2010 e agosto de 2011 nos córregos Cabeça-de-Veado (CV), Roncador (Ro) e Capetinga (Ca) localizados na APA Gama – Cabeça-de -Veado (DF). O aporte de matéria orgânica sobre cada um dos córregos foi avaliado mensalmente, sendo coletado por meio de baldes suspensos sobre os córregos. Os detritos foliares de espécies aleatórias que tiveram maior contribuição para o aporte foram incubados a cada mês, permanecendo nos córregos durante 30 dias. Em todos os córregos os maiores aportes de matéria orgânica ocorreram entre setembro e novembro, corroborando a hipótese número 1. ocorreu durante o mês de outubro. Não foram observadas diferenças significativas mensais dos coeficientes de decomposição, o que não corroborou a hipótese. A biomassa microbiana apresentou grandes oscilações mensais, com menores valores encontrado em outubro, início do período chuvoso, nas três áreas. A estrutura trófica da comunidade apresentou diferenças entre córregos, com predomínio de Coletores-filtradores nos córregos CV e Ro e de Coletores-catadores no Ca, o que indica que a matéria orgânica particulada fina foi um recurso abundante nos litter-bags. Os fragmentadores apresentaram baixas densidades durante todo o experimento em todos os córregos, correspondendo a 5% 10% e 2% das comunidades do CV, Ro e Ca, respectivamente, mostrando a baixa contribuição deste grupo na decomposição dos detritos. As menores densidades totais de invertebrados ocorreram na durante meses de seca nos três córregos. A precipitação foi a principal variável ambiental relacionada a perda de massa, afetando negativamente a perda de massa dos detritos. Embora as variações climáticas possam exercer influência no processo de decomposição afetando as características do ambiente, outros fatores como as características de cada zona ripária parecem exercer uma maior influencia no processo de decomposição. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionIn headwater streams, due to low primary productivity, the allochthonous leaf detritus are the main source of energy. The transfer of energy and nutrients from riparian vegetation to aquatic trophic webs happens through the process of decomposition of this organic matter. This process is influenced by biotic and abiotic factors, which are affected by temporal variations associated with climate. Therefore the following hypotheses were formulated: 1-the largest input of organic matter will occur at the end of the dry season; 2-the largest mass losses will occur during the months of the rainy season. This study aimed to evaluate the effect of temporal variation in the input of organic matter and processing of leaf litter in headwater streams from Cerrado. The experiment took place between September 2010 and August 2011 in the streams Cabeça-de-Veado (CV), Roncador (Ro) e Capetinga (Ca) located in APA Gama Cabeça-de-Veado (DF). The input of organic matter on each of the streams was evaluated monthly, being collected through buckets suspended above the streams. The leaf litter of random species that had greater contribution to the intake were incubated each month, remaining in the streams for 30 days. In all streams, the largest inputs of organic matter occurred between September and November, supporting the hypothesis number 1. However, no significant differences were observed in monthly decomposition rates, which did not corroborate the hypothesis. Microbial biomass showed large monthly fluctuations, with lower values found in October, beginning of the rainy season in the three areas. The trophic structure of the community presented differences between the streams, predominantly Filtering-collector in the streams CV and Ro, and Gathering-collectors in Ca, indicating that thin particulate organic matter was an abundant resource in litter-bags. The shredders showed low densities throughout the experiment in all streams, accounting for 5%, 10%, 2% of the communities from CV, Ro and Ca, respectively, showing the low contribution of this group in the decomposition of waste. The lowest total densities of invertebrates occurred during the dry months in the three streams. Precipitation was the main environmental variable related to weight loss, affecting negatively the mass loss of debris. Although climatic variations may influence the decomposition process affecting the characteristics of the environment, other factors such as the characteristics of each riparian zone seems to have more influence on the decomposition process.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectCórregos-
Palavras-chave: dc.subjectMatéria orgânica-
Palavras-chave: dc.subjectBiomassa-
Palavras-chave: dc.subjectMicroorganismos do solo-
Palavras-chave: dc.subjectBiodegradação-
Título: dc.titleVariação temporal da decomposição de detritos foliares em córregos de cabeceira no cerrado-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.