Efeitos de instruções na aquisição de supertição sensorial em humanos

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorBenvenuti, Marcelo Frota Lobato-
Autor(es): dc.creatorMatos-Costa, Maíra dos Santos Gomes de-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:56:18Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:56:18Z-
Data de envio: dc.date.issued2011-11-05-
Data de envio: dc.date.issued2011-11-05-
Data de envio: dc.date.issued2011-11-05-
Data de envio: dc.date.issued2011-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://repositorio.unb.br/handle/10482/9571-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/619722-
Descrição: dc.descriptionDissertação (Mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Programa de Pós-Graduação em Ciências do Comportamento, 2011.-
Descrição: dc.descriptionO conceito de comportamento “supersticioso” vem sendo tema recorrente em pesquisas da Análise do Comportamento. A Superstição Sensorial se caracteriza por um controle de estímulos em situações em que não há reforço diferencial com base nos estímulos antecedentes, porém, ainda assim, esses estímulos podem assumir controle diferencial sobre as respostas. O presente trabalho procurou avaliar o efeito de instruções na aquisição de Superstição Sensorial em humanos. Oito crianças participaram de uma atividade de computador em que dois estímulos eram apresentados em esquemas de reforçamento idênticos. Instruções antes das sessões eram mínimas ou incorretas. Instruções incorretas sugeriam a existência de uma relação entre estímulos e respostas. Metade dos participantes apresentou comportamentos “supersticiosos”, principalmente os que iniciaram o procedimento com a instrução incorreta. Os resultados sugerem que a instrução pode ser uma variável crítica na aquisição de Superstição Sensorial em humanos. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT-
Descrição: dc.descriptionThe concept of "superstitious" behavior has been a recurring theme in research of Behavior Analysis. The Sensory Superstition is characterized by a stimulus control in situations where there is no differential reinforcement on the basis of antecedent stimuli. However, these stimuli can still take control over responses. This study sought to evaluate the effect of instructions on the acquisition of Sensory Superstition in humans. Eight children participated in a computer activity in which two stimuli were presented in identical schedules of reinforcement. Instructions before the sessions were minimal or incorrect. Incorrect instruction suggests the existence of a relationship between stimuli and responses. Half of the participants showed "superstitious" behaviors (especially those who started the procedure with the incorrect instruction).The results suggests that instruction might be a controlling variable of Sensory Superstition in humans.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Palavras-chave: dc.subjectComportamento - avaliação-
Título: dc.titleEfeitos de instruções na aquisição de supertição sensorial em humanos-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.