Memória institucional nos museus do poder judiciário brasileiro

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorGomes, Ana Lúcia de Abreu-
Autor(es): dc.contributorMagaldi, Monique-
Autor(es): dc.creatorAraújo, Julyelenn Almeida Bruno-
Data de aceite: dc.date.accessioned2021-10-14T17:39:52Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2021-10-14T17:39:52Z-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-06-25-
Data de envio: dc.date.issued2020-01-22-
Fonte completa do material: dc.identifierhttps://repositorio.unb.br/handle/10482/38204-
Fonte: dc.identifier.urihttp://educapes.capes.gov.br/handle/capes/613328-
Descrição: dc.descriptionDissertação (mestrado) — Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Faculdade de Ciência da Informação, Universidade de Brasília, 2020.-
Descrição: dc.descriptionA pesquisa tem como objeto de investigação os museus institucionais, museusapêndices, ou seja, museus criados dentro de outras instituições cuja atividade finalística não é a museal. Chama-nos a atenção a forma com que essas instituições realizam toda a sua gestão e consequentemente lidam com a memória institucional condensada nesses espaços e com seu alcance na sociedade. Buscamos entender se existem especificidades e recorrências e quais são, tendo em vista a relação intrínseca dos museus com a sociedade e o posicionamento atual das instituições que os abrigam. O nosso recorte abrange os cinco museus do Poder Judiciário Federal quais sejam: Gerência de Memória Institucional, Museu do Superior Tribunal de Justiça, Museu da Justiça Militar da União, Memorial Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes e Museu do Voto. O objetivo geral da pesquisa é a de problematizar essa variante de classificação, as ações que realizam e a forma com que lidam com a memória institucional. Para tanto, contextualizamos esses museus e as instituições de que fazem parte; analisamos como se dá a gestão desses museus; e discutimos sobre a forma com que essas agências lidam com a memória institucional, com as narrativas condensadas nesses espaços. A metodologia consistirá na abordagem mista e a coleta de dados será realizada por meio de entrevista estruturada, análise de materiais audiovisuais e observação dos espaços estudados. Consideramos que esse cenário se configura em uma crise em relação as instituições que lidam com a memória institucional. Mesmo não havendo um comprometimento no que diz respeito à gestão da informação, há um comprometimento em relação a construção da memória institucional e ao alcance da sociedade. Acreditamos também que ainda exista a necessidade de aproximação do Poder Judiciário com a sociedade e que os museus podem ser importantes ferramentas para essa ponte.-
Descrição: dc.descriptionUNB-
Descrição: dc.descriptionThe research has as its object of investigation institutional museums, appendix museums, that is, museums created within other institutions whose final activity is not the museum. Our attention is drawn to the way in which these institutions carry out their entire management and, consequently, deal with the institutional memory condensed in these spaces and their reach in society. We seek to understand if there are specificities and recurrences and what they are, considering the intrinsic relationship of museums with society and the current position of the institutions that house them. Our section covers the five museums of the Federal Judiciary, namely: Institutional Memory Management, Museum of the Superior Court of Justice, Museum of the Military Justice of the Union, Memorial Geraldo Montedônio Bezerra de Menezes and Vot Museum. The general objective of the research is to problematize this classification variant, the actions they carry out and the way they deal with institutional memory. For that, we contextualize these museums and the institutions of which they are part; we analyze how these museums are managed; and we discussed how these agencies deal with institutional memory, with narratives condensed in these spaces. The methodology will consist of a mixed approach and data collection will be carried out through structured interviews, analysis of audiovisual materials and observation of the studied spaces. We consider that this scenario is configured in a crisis in relation to the institutions that deal with institutional memory. Even though there is no commitment with regard to information management, there is a commitment in relation to the construction of institutional memory and the reach of society. We also believe that there is still a need for the Judiciary to get closer to society and that museums can be important tools for this bridge.-
Formato: dc.formatapplication/pdf-
Direitos: dc.rightsAcesso Aberto-
Direitos: dc.rightsA concessão da licença deste item refere-se ao termo de autorização impresso assinado pelo autor com as seguintes condições: Na qualidade de titular dos direitos de autor da publicação, autorizo a Universidade de Brasília e o IBICT a disponibilizar por meio dos sites www.bce.unb.br, www.ibict.br, http://hercules.vtls.com/cgi-bin/ndltd/chameleon?lng=pt&skin=ndltd sem ressarcimento dos direitos autorais, de acordo com a Lei nº 9610/98, o texto integral da obra disponibilizada, conforme permissões assinaladas, para fins de leitura, impressão e/ou download, a título de divulgação da produção científica brasileira, a partir desta data.-
Palavras-chave: dc.subjectMemória institucional-
Palavras-chave: dc.subjectMuseus - Poder Judiciário - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectMuseus - tribunais superiores - Brasil-
Palavras-chave: dc.subjectMuseus - administração-
Título: dc.titleMemória institucional nos museus do poder judiciário brasileiro-
Tipo de arquivo: dc.typelivro digital-
Aparece nas coleções:UNB

Não existem arquivos associados a este item.