Níveis de energia metabolizável para machos de corte de crescimento lento criados em semiconfinamento

Registro completo de metadados
MetadadosDescriçãoIdioma
Autor(es): dc.contributorUniversidade Estadual Paulista (UNESP)-
Autor(es): dc.creatorMendonça, Michele de Oliveira-
Autor(es): dc.creatorSakomura, Nilva Kazue-
Autor(es): dc.creatorSantos, Fabiana Ramos dos-
Autor(es): dc.creatorFreitas, Ednardo Rodrigues-
Autor(es): dc.creatorFernandes, João Batista Kochenborger-
Autor(es): dc.creatorBarbosa, Nei André Arruda-
Data: dc.date2014-05-20T13:18:52Z-
Data: dc.date2014-05-20T13:18:52Z-
Data: dc.date2008-08-01-
Data de aceite: dc.date.accessioned2014-11-17T16:10:10Z-
Data de disponibilização: dc.date.available2014-11-17T16:10:10Z-
Data de envio: dc.date.issued2014-11-17-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://dx.doi.org/10.1590/S1516-35982008000800014-
Fonte completa do material: dc.identifierRevista Brasileira de Zootecnia. Sociedade Brasileira de Zootecnia, v. 37, n. 8, p. 1433-1440, 2008.-
Fonte completa do material: dc.identifier1516-3598-
Fonte completa do material: dc.identifierhttp://base.repositorio.unesp.br/handle/11449/4781-
Fonte completa do material: dc.identifier10.1590/S1516-35982008000800014-
Fonte completa do material: dc.identifierS1516-35982008000800014-
Fonte completa do material: dc.identifierWOS:000258333900014-
Fonte completa do material: dc.identifierS1516-35982008000800014.pdf-
Fonte: dc.identifier.urihttp://www.educapes.capes.gov.br/handle/capes/35490-
Fonte: dc.identifier.urihttp://www.educapes.capes.gov.br/handlecapes/35490-
Descrição: dc.descriptionForam conduzidos três ensaios para avaliar os níveis de energia metabolizável (EM) e a melhor relação energia:proteína (E:P) para aves de corte machos de crescimento lento criadas em semiconfinamento nas fases inicial (1 a 21), de crescimento (22 a 49) e de terminação (50 a 70 dias de idade). em cada ensaio, 400 machos da linhagem ISA Label na fase de criação foram alojados em instalação experimental constituída de 20 piquetes com área coberta de 3,13 m²para alimentação e recolhimento das aves e uma área de pastejo de 72,87 m². O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com cinco tratamentos e quatro repetições de 20 aves. Os níveis de energia metabolizável fornecidos na ração na fase inicial variaram de 2.600 a 3.200 kcal/kg; na fase de crescimento de 2.700 a 3.300 kcal/kg; e na fase final de 2.800 a 3.400 kcal/kg. A proteína bruta e os demais nutrientes foram mantidos constantes em todas as rações, de acordo com recomendações do NRC (1994) para cada fase. A relação energia:proteína e o nível de energia metabolizável que melhoraram o desempenho e as características da carcaça de frangos de corte ISA Label machos criados em sistema semiconfinado em cada fase estudada foram 128 e 2.750; 147 e 2.850 e 172 e 3.100 kcal de EM/kg nas fases inicial, de crescimento e de terminação, respectivamente.-
Descrição: dc.descriptionThree trials were conducted to evaluate the metabolizable energy (ME) levels and the energy to protein ratio for slow growth male broilers raised in semi confined system in the starter (1 to 21), grower (22 to 49) and final phase (50 to 70 days old). In each experiment, 400 males ISA Label line in the raising phase were allotted to experimental installation constituted by 20 lots with cover area of 3.13 m² for feeding and gathering of the birds and a pasture area of 72.87m². A completely randomized experimental design was used, with five levels of ME and four replications of 20 birds per experimental unit. The levels of metabolizable energy fed in the ration in the different phases varied in the starter from 2,600 to 3,200 kcal/kg, in the grower from 2,700 to 3,300 kcal/kg and in the final from 2,800 to 3,400 kcal/kg. The crude protein and other nutrients were maintained at the same level in all diets according to the NRC (1994) recommendations, for each phase. The energy to protein ratio and the metabolizable energy that provide the best performance and carcass traits of male broilers ISA Label raised in semi confined system in each phase were: 128 and 2,750, 147 and 2850 and 172 and 3,100 kcal ME/kg of diet in starter, grower and final phases, respectively.-
Formato: dc.format1433-1440-
Idioma: dc.languagepor-
Publicador: dc.publisherSociedade Brasileira de Zootecnia-
Relação: dc.relationRevista Brasileira de Zootecnia-
Direitos: dc.rightsopenAccess-
Palavras-chave: dc.subjectexigência de energia-
Palavras-chave: dc.subjectlinhagem ISA Label-
Palavras-chave: dc.subjectrelação energia:proteína-
Palavras-chave: dc.subjectenergy requirement-
Palavras-chave: dc.subjectenergy to protein ratio-
Palavras-chave: dc.subjectISA Label strain-
Título: dc.titleNíveis de energia metabolizável para machos de corte de crescimento lento criados em semiconfinamento-
Tipo de arquivo: dc.typeoutro-
Aparece nas coleções:Repositório Institucional - Unesp

Não existem arquivos associados a este item.